Dissertação

Hypervisor Board Support Package Migration - SPARC and ARM study case EVALUATED

Um novo mercado espacial está na sua infância, com o High Performance Spaceflight Computing (HPSC) da NASA e o projecto DAHLIA da ESA a desenvolverem placas ARM resistentes a radiação para exploração espacial, e os requisitos de radiação menos rigorosos para satélites e lançadores de baixas órbitas terrestres que podem utilizar os sistemas ARM usados na indústria. O AIR é um hipervisor com enfâse na segregação temporal e espacial que implementa a norma ARINC 653, e foi desenvolvido para os satélites de última geração da ESA, baseados na arquitetura SPARC. A GMV procura agora acompanhar a tendência da indústria espacial, adicionando novos pacotes de suporte a placas (BSPs) ARM ao seu hipervisor. Com o objectivo de reduzir o tempo de chegada ao mercado, o método proposto é migrar o SPARC BSP já existente para ARM. Esta tese realiza uma comparação entre as duas arquiteturas e uma revisão das inovações que o ARMv7 traz para um hipervisor. Consegue também ampliar o portfólio de BSPs do AIR desenvolvendo com sucesso o BSP para uma placa Arty Z7 da Digilent baseada no Zynq-7000 SoC da Xilinx, que usa dois processadores Cortex-A9.
virtualização, hipervisor, SPARCv8, ARMv7, AIR, Zynq-7000

Junho 28, 2019, 17:30

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

ORIENTADOR

Daniel Silveira

GMV

Engenheiro

ORIENTADOR

João Nuno De Oliveira e Silva

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores (DEEC)

Professor Auxiliar