Dissertação

{pt_PT=Veículos autónomos. Disseminação, análise de capacidade e políticas de gestão de vias} {} EVALUATED

{pt=O presente trabalho visa tratar de uma forma transversal a temática do veículos autónomos, providenciando uma visão geral daquilo que poderá ser a sua introdução e disseminação no mercado, os principais impactos sociais, económicos e operacionais que podem derivar dessa evolução, com especial enfoque na capacidade de vias com perfil de autoestrada, e providenciar uma ferramenta que possa auxiliar as entidades gestoras deste ativos, a retirar um melhor rendimento das suas infraestruturas. Primeiramente recorreu-se a aplicação de um inquérito, com o objetivo de aferir as opiniões da sociedade civil, sobre o que poderá ser a implementação destes veículos, que fatores podem desempenhar um papel mais determinante nesse processo, e quais as suas expectativas sobre os impactos que estes podem provocar nos fluxos de tráfego, nomeadamente no que toca às distâncias mantidas entre veículos consecutivos. Numa etapa posterior, procedeu-se à criação de uma ferramenta em Excel que pretende simular o impacto destas tecnologias nos fluxos de tráfego, com enfoque na vertente operacional, calculando a capacidade máxima das vias rodoviárias sobre diferentes composições de tráfego misto. Nesta ferramenta para além de veículos humanamente conduzidos, foram considerados 2 tipologias distintas de veículos autónomos, com e sem sistemas de partilha de informação. Avaliados os impactos expectáveis, procedeu-se à criação de propostas de aplicação de políticas de gestão de vias, que tendo por base a segregação do tráfego, visa a otimização da infraestrutura, ao mesmo tempo que promove uma maior segurança dos seus utilizadores. , en=The present work aims to deal with the topic of autonomous vehicles in an integrated way, providing an overview of the temporal characteristics of its introduction and dissemination in the market, the main social, economic and operational impacts that can derive from this evolution, with special focus on the capacity of roads with a highway profile, and to provide a tool that can help the managing entities of this asset in order to obtain a better yield of its infrastructure. At first, a survey was carried out in order to assess the opinions of the society, what the implementation rate of these vehicles could be, what factors may play the more decisive role in this process, and what the expectations about the impacts they may have on traffic flows are, in particular with regard to distances between consecutive vehicles. In a later stage, a computational model was created to assess the impact of these technologies on traffic flows, with a focus on the operational side, calculating the maximum capacity of roadways over different composites of mixed traffic. In this model, in addition to humanly driven vehicles, two different types of autonomous vehicles were considered those with and without information sharing systems. Evaluating the expected impacts, proposals were made for the implementation of infrastructure management policies, based on traffic segregation, aiming to optimize the road capacity while promoting greater safety for its users. }
{pt=Veículos Autónomos, Disseminação de Tecnologias Autónomas, Impactos de Capacidade, Política de Gestão da Infraestrutura, en=Autonomous Vehicles, Autonomous Technology Dissemination, Capacity Impact, Infrastructure Management Policies}

Novembro 13, 2018, 12:0

Orientação

ORIENTADOR

Luís Guilherme De Picado Santos

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Catedrático

ORIENTADOR

Sofia Kalakou

ISCTE - IUL

Professor Auxiliar