Dissertação

{pt_PT=Complexidade na transformação de edifício existente: de palácio a museu} {} EVALUATED

{pt=A presente dissertação tem como objecto de estudo a transformação de edifícios pré-existentes e a sua adaptação a um novo programa. Através do escrito Complexidade e Contradição em Arquitectura de Robert Venturi como base teórica de análise, procura-se entender em que sentido são consideradas as restrições e condicionantes no desenvolvimento de um projecto e de que forma é feita uma intervenção contemporânea num edifício pré-existente. Será na relação da arquitectura com o homem e com a realidade que é possível encontrar as afinidades entre as atitudes de pensamento e a via alternativa representada por Venturi - uma arquitectura que aceita os problemas e explora as incertezas da realidade - e pelos arquitectos portugueses, na procura de uma arquitectura que não apaga os princípios da modernidade, mas personaliza-os, sem esquecer o homem e a circunstância. Perante um olhar atento à realidade, a complexidade contamina a prática projectual de modo extremamente diversificado. Através de transições válidas entre programas ou estruturas do passado que possam dar resposta a novas necessidades contemporâneas, a adaptação de usos surge como forma de responder às exigências dos novos tempos, à evolução dos programas e às necessidade de preservação do património. Enquanto antigos palácios transformados e ampliados em museus, fomenta-se a relação entre o passado e o presente, proporcionando a preservação da memória do antigo lugar e a atribuição de um novo significado funcional ao edifício. Promove-se a valorização do edifício existente bem como a preservação do património histórico, criando um novo dinamismo na vida cultural das cidades. , en=The following dissertation bases its study on the transformation of pre-existing buildings and their adaptation to a new program. Through Robert Venturi's Complexity and Contradiction in Architecture as a theoretical basis of the analysis, one tries to understand in which sense are restrictions and constraints considered in the new project's development and in which way are contemporary interventions being done when working within an existing built context. It is in the relationship between architecture and man and reality, that becomes possible to read the affinities on the way of thinking and on the alternative way represented by Venturi - an architecture that accepts the problems and explores the uncertainty of reality - and by Portuguese architects, an approach that does not ignore the principles of modernity, but rather personalizes them, without forgetting man and circumstance. Having a keen eye on reality, complexity contaminates architectural practice in a very diversified way. Through valid transition between programs or structures from the past, that can still respond to new contemporary needs, adaptation of spaces emerges as a way of responding to the demands of the new times, to the evolution of the programs and the need to preserve the heritage. As old palaces are transformed into museums, one fosters their life by combining several layers of history: past and present. One also allows these existing constructions to overcome their functional significance by renewing their importance as singular buildings in the city's fabric, providing a new dynamism to the cultural life of the cities.}
{pt=O antigo e o novo, adaptação de usos, complexidade, contradição, inclusão, en=Old and new, adaptation, complexity, contradiction, inclusion}

Junho 27, 2018, 11:0

Orientação

ORIENTADOR

João Rosa Vieira Caldas

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar