Dissertação

{pt_PT=Avaliação da predisposição para pagar por coberturas e fachadas verdes em imóveis de comércio e serviços} {} EVALUATED

{pt=Face aos efeitos negativos da expansão de área edificada para zonas outrora verdes, a par do aumento da densidade populacional registada nos grandes centros urbanos, torna-se essencial a criação de um modo de vida compatível com o meio ambiente, encontrando formas de coexistência com a natureza sem colocar em risco o equilíbrio dos ecossistemas. Neste sentido, as construções verdes surgem como uma solução de extrema importância, devido aos diversos benefícios que lhes estão associados. Esta dissertação tem como principal objetivo avaliar a predisposição dos consumidores portugueses para pagar por soluções sustentáveis, nomeadamente por coberturas e fachadas verdes, em imóveis de comércio e serviços. A metodologia utilizada contempla a realização de inquéritos à população, para avaliar as suas preferências declaradas, complementando com a consulta a um conjunto de técnicos da especialidade. Verifica-se que a população portuguesa apresenta uma predisposição maior para pagar por coberturas verdes acessíveis, revelando estar disposta a pagar 5% acima do valor de aquisição por um imóvel de comércio e serviços com este tipo de soluções. Relativamente aos restantes sistemas analisados, a predisposição foi de 3,5% para fachadas verdes pelo interior e pelo exterior, e de apenas 3% por coberturas verdes inacessíveis. Através da análise bivariada dos resultados, que inclui a realização de análise de correlação pelo método de Spearman, conclui-se que a familiarização com o conceito de soluções sustentáveis, juntamente com a satisfação associada ao número de espaços verdes existentes, são os dois fatores que influenciam de forma mais significativa os níveis de predisposição revelados pelos consumidores., en=Given the negative impact due to the progressive expansion of built-up areas into formerly green areas, as well as the increase of population density observed in large urban centers, it became essential to create an environmentally friendly way of life, namely by finding medium and long term solutions of coexisting with nature without endangering the normal balance of its ecosystems. As such, green buildings are a solution of extreme importance, due to its economic, environmental and social benefits. This dissertation’s main objective is to evaluate the Portuguese consumers’ willingness to pay (WTP) for sustainable solutions, namely green roofs and facades targeting commercial buildings. The methodology used in this study contemplates surveying the population in order to evaluate their declared preferences. Consultation of specialist technicians is also included to further complement the study. The Portuguese population shows a strong WTP for accessible green roofs, revealing that it is willing to pay 5% above the purchase value for a commercial property with this type of solution. Regarding the other systems, the willingness to pay was 3.5% for both indoor and outdoor green walls, and only 3% for inaccessible green roofs. Bivariate analysis of the results, which includes a correlation study by applying the Spearman method, shows that both familiarization with the concept of sustainable solutions, and the satisfaction associated with the number of existing green spaces, are the two factors which most significantly influence the willingness to pay rates revealed by consumers.}
{pt=Coberturas verdes, Fachadas verdes, Predisposição para pagar, Imóveis de comércio e serviços, Preferências declaradas, en=Green roofs, Green walls, Willingness to pay, Commercial buildings, Stated preferences}

Junho 5, 2018, 15:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Carlos Paulo Novais Oliveira da Silva Cruz

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

Maria Cristina De Oliveira Matos Silva

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar