Dissertação

Copula-based joint survival modelling of overall survival and disease free times: A study of breast cancer data EVALUATED

Ao implementar modelos de sobrevivência para dois ou mais tempos até ao evento, separadamente, algumas informações podem ser perdidas, especialmente se estes estiverem correlacionados. Por esse motivo, este trabalho foca-se na análise conjunta de dois tempos até ao evento: tempo de sobrevivência global (OST) e tempo livre de doença (DFT), usando funções cópula para modelar a dependência entre eles, num contexto de regressão Weibull. Este trabalho foi motivado por um estudo que envolveu 684 mulheres com cancro da mama do Instituto Português de Oncologia de Lisboa (IPO-Lisboa). A abordagem de análise de sobrevivência conjunta baseada em funções cópula foi implementada no conjunto de dados motivacional, onde vários fatores de risco foram considerados. O estadiamento clinicopatológico do paciente e a ploidia do DNA são considerados estatisticamente relevantes para o tempo de sobrevivência global e tempo livre de doença, enquanto o efeito da idade do paciente é importante apenas para o tempo de sobrevivência global de pacientes mais velhos. O risco de ocorrer recidiva do cancro ou morte, dado o perfil clínico do paciente, é diferente para modelos univariados e bivariados. Além disso, a estimativa do parâmetro de associação da cópula demonstra uma alta associação entre os tempos livre de doença e de sobrevivência global. Esta associação é influenciada pela idade do paciente, ou seja, pacientes mais velhos apresentam uma associação mais forte entre os dois tempos. Os resultados computacionais foram obtidos recorrendo ao pacote do R "GJRM".
Análise Conjunta, Tempo de Sobrevivência Global, Tempo Livre de Doença, Cópula, Análise de Sobrevivência, Cancro da mama

Outubro 26, 2020, 10:0

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

ORIENTADOR

Giovani Loiola da Silva

Departamento de Matemática (DM)

Professor Auxiliar