Dissertação

Primordial probe: The oldest star of the galaxy as a dark matter laboratory EVALUATED

Nesta tese vou reportar restrições nas propriedades de partículas de matéria escura (DM) supersimétricas, ligadas ao Higgs por um dark sector, através do estudo da evolução da estrela SDSS J102915+172927. Será mostrado que este tipo de DM altera a estrutura interna de estrelas de População-II devido à energia libertada na aniquilação de partículas DM que se foram acumulando no núcleo estelar durante a sua evolução. Em alguns casos, a DM introduz modificações acentuadas nos observáveis estelares presentes, como, por exemplo, a temperatura efectiva ou a gravidade à superfície da estrela. Neste trabalho, usarei estas modificações acentuadas para estudar propriedades DM em épocas primordiais de formação estelar no Universo.
Matéria Escura, Estrelas de População-II, Evolução Estelar, Detecção de Matéria Escura

Novembro 23, 2016, 10:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Ilídio Pereira Lopes

Departamento de Física (DF)

Professor Auxiliar