Dissertação

Characterization of bioglass electrospun nanofibers and influence of RGD binding motifs on stem cell activity EVALUATED

O desenvolvimento de scaffolds com elevado potencial osteogénico é de extrema relevância para a engenharia de tecidos centrada em células estaminais. Neste trabalho, um scaffold sob a forma de nanofibras, obitdo por electrospinning (ESP) e baseado em vidro bioactivo (BAG), sem sódio na sua composição química, foi fabricado. Este mesmo material é conhecido por ter um grande potencial como scaffold para osso devido à sua habilidade para estimular a osteogénese e, consequentemente, promover a formação/regeneração de osso. Estas nanofibras foram funcionalizadas com sequencias peptídicas de RGD, conhecidas como moleculas promotoras da adesão celular. De modo a activar as superfícies das nanofibras com RGD, moléculas de (3-aminopropil) trietoxisilano (APTES) foram utilizadas como espaçadores entre a superfície dos scaffolds e estas moleculas. In vitro, o potencial osteogénico das nanofibras de vidro bioactivo foi comprovado com a aplicação de células estaminais mesenquimais humanas (hMSCs). Meio de cultura básico (BM) foi aplicado revelando uma rápida formação (primeiros três dias depois do seeding) de mineral ósseo do tipo apatite sobre toda a superfície das fibras com e sem funcionalização. DNA assays foram concebidos e provaram que as células aderiram bem às fibras não funcionalizadas. A actividade metabólica destas células foi determinada com a utilização do reagente PrestoBlue. Coloração DAPI-Phalloidin foi aplicada às hMSCs cultivadas em ambos os scaffolds (com e sem RGD). Os respectivos dados foram analisados com base no software CellProfiler de modo a quantificar-se a evolução da área de adesão/espalhamento destas células ao longo do tempo.
Osteogénese, fibras de vidro bioactivo, electrospinning, RGD, apatite, área de adesão.

Dezembro 5, 2014, 14:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

CO-ORIENTADOR

Lorenzo Moroni

Twente University

Doutor

ORIENTADOR

Frederico Castelo Alves Ferreira

Departamento de Bioengenharia (DBE)

Colaborador Não Remunerado Docente