Dissertação

The role of nitrogen in cytosolic pH regulation in Saccharomyces cerevisae EVALUATED

O tema da regulação do pH tornou-se num tema de investigação desde que . Orij et al., identifica o pH citosólico como um sinal que controla a velocidade de crescimento, estudado em Saccharomyces cerevisiae. A maioria das moléculas biológicas são ácidos ou bases fracas, logo o seu estado de protonação pode variar consoante o comportamento do pH intracelular. A Proteína Quinase A dependente de AMP cíclico (PKAc) é responsável por controlar o crescimento celular e regula o pH citosólico com base na disponibilidade de glucose. Target of Rapamycin é uma quinase que, tal como a PKA, controla o crescimento e a síntese de proteínas, mas em resposta à disponibilidade de azoto. Desta forma surgiu a questão se também este nutriente desempenha um papel na regulação do pHc. Para responder a esta questão monitorizámos o crescimento e o pHc de células a crescer em diferentes quantidades e fonts de azoto. Ao longo do estudo conseguimos identificar que a concentração de azoto presente durante o crescimento determina a acidificação no citoplasma depois das células consumirem toda a glucose: leveduras a crescer em maiores quantidades de azoto tendem a ter o pHc ácido. Expusemos as leveduras a deprivações artificiais de glucose e na maioria dos casos este replicou o efeito já visto. Tentámos ligar a disponibilidade de azoto com a activação de TORC1 e a regulação do pHc realizando tratamentos com a rapamicina, um imunossupressor, que inibe a actividade de TORC1. Contudo a hipótese foi descartada.
pH citosólico, glucose, azoto, deprivação, TORC1, rapamicina

Junho 9, 2016, 15:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Nuno Gonçalo Pereira Mira

Departamento de Bioengenharia (DBE)

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

Gertien J. Smits

Universidade de Amesterdão

Professor Associado