Dissertação

Dynamical detection of CD4+ cells on an integrated magnetic device EVALUATED

A Síndrome da Imunodeficiência Humana é uma epidemia global cuja taxa de mortalidade pode ser diminuída através da monitorização do estado imunitário utilizando o teste de células CD4+. Este trabalho apresenta uma nova abordagem a este teste, baseada na detecção magnética de células. O dispositivo magnetoresistivo integrado possui 12 Spin-valves sobre as quais um canal microfluídico com um elemento de focagem hidrodinâmica foi selado. As Spin-valves permitem detectar campos magnéticos através da variação da sua resistência, tendo-se ligado o dispositivo a equipamentos que permitem a medição dessa variação. A focagem hidrodinâmica foi testada por inserção de um corante no canal central e de água desionizada nos canais laterais a um caudal superior ao do corante. A menor largura da corrente obtida foi de ~55 μm, permitindo a focagem de células sobre os sensores. As partículas magnéticas M280 da Dynal® foram introduzidas e focadas no canal, tendo-se observado picos correspondentes a partículas passando a várias distâncias do centro do sensor (resultados concordantes com os simulados). Dois tipos de células: Células Jurkat E6-1 e CEM-SS foram cultivadas e analisados por citometria de fluxo. As CEM-SS (com uma população 99% CD4 positiva) foram marcadas magneticamente com CD4 microbeads e introduzidas no dispositivo para testes de aquisição. Não foram observados picos, provavelmente devido a uma distribuição deficiente das partículas magnéticas à superfície das células.
Contagem de células CD4+, Spin-valve, Focagem hidrodinâmica, Marcação magnética, Citometria de fluxo

Dezembro 4, 2012, 9:30

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

CO-ORIENTADOR

João Manuel Braz Gonçalves

Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa

Professor Associado

ORIENTADOR

Paulo Jorge Peixeiro de Freitas

Departamento de Física (DF)

Professor Catedrático