Dissertação

Butanol tolerance in Saccharomyces cerevisiae EVALUATED

Os combustíveis produzidos a partir de biomassa renovável foram propostos como alternativa aos combustíveis fósseis há várias décadas. O etanol é o biocombustível mais usado, mas possui desvantagens: tem baixa densidade energética, não pode ser transportado em tubagens e é higroscópico, sendo incompatível com as infra-estruturas para distribuicão da gasolina. A água contida no etanol provoca a corrosão dos materiais. O butanol tem maior densidade energética, é mais hidrófobo e pode ser transportado nas infra-estruturas existentes, sendo mais promissor como combustível. Várias metodologias tem sido usadas para a producão de butanol por microrganismos, sendo a sua maioria baseada na fermentacão de Clostridia sp.. Estas fermentacões possuem baixo rendimento e as Clostridia não toleram concentracões acima de 2%, o que com a falta de ferramentas genéticas eficientes para a sua manipulacão levou à procura de hospedeiros. Para além disso, Escherichia coli e Saccharomyces cerevisiae já foram geneticamente modificadas para a producão de butanol, embora com baixos rendimentos. A maioria dessas estirpes não tolera concentracões de butanol acima de 2%. A compreensão da resposta ao stress destes microrganismos é essencial para a melhoria da sua tolerancia. Alguns estudos em E. coli afirmam que a identificacão dos genes-chave envolvidos na tolerancia ao butanol permitirá que estes sejam potencialmente modificados de modo a desenvolver um hospedeiro com uma melhor producão de butanol. Por outro lado, os mecanismos envolvidos na tolerancia ao butanol em S. cerevisiae, um hospedeiro com maior potencial do que E. coli devido à sua robustez, continuam por esclarecer.
Biofuel, Butanol, Saccharomyces cerevisiae, Tolerância

Outubro 19, 2011, 14:0

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

CO-ORIENTADOR

Antonius Jeroen Adriaan Van Maris

TUDelft

ORIENTADOR

Isabel Maria De Sá Correia Leite de Almeida

Departamento de Bioengenharia (DBE)

Professor Catedratico