Dissertação

Explporing Ways to Separate N and NSs Open Reading Frames of Bunyamwera Virus EVALUATED

A família Bunyaviridae é uma das maiores famílias virais, com mais de 350 espécies. O vírus Bunyamwera (BUNV) é simultaneamente o protótipo do seu género e da família. Esta espécie apresenta um genoma tripartido de RNA, com polaridade negativa. O segmento S codifica para duas proteínas, N e NSs, em grelhas de leitura sobrepostas; a proteína N é essencial para a sobrevivência do vírus, enquanto que a proteína NSs é dispensável para a proliferação viral, sendo-lhe atribuido um papel de factor de virulência. Devido à sobreposição das grelhas de leitura e ao papel essencial da proteína N, o estudo da NSs tem sido limitado à análise de mutantes que não a expressam (por mutação do codão inicial). Nesta tese encontra-se descrita a aplicação do método da genética reversa na geração de um vírus que expresse as proteínas alvo em grelhas de leitura separadas, contidas no mesmo segmento de genoma. De todos os mutantes testados apenas foi possível recuperar os vírus 2kb (que apresenta o segmento S totalmente duplicado) e 2kb-PKNSs, que foram posteriormente caracterizados. O vírus 2kb mostrou ser estável durante infecções sucessivas, infectando a um ritmo comparável ao vírus original. O 2kb-PKNSs apresentou sinais de infectividade, mas sem expressão da proteína de fusão PKNSs, o que pode estar relacionado com uma mutação na segunda grelha de leitura. Uma alternativa ao uso de um segmento que expresse as duas proteinas em grelhas de leitura separadas é a construção de uma linha celular que expresse constitutivamente a proteína N.
Bunyamwera, NSs, grelhas de leitura sobrepostas, genética reversa.

Outubro 20, 2008, 10:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

CO-ORIENTADOR

Richard M Elliott

University of St. Andrews

Especialista

ORIENTADOR

Jorge Humberto Gomes Leitão

Departamento de Engenharia Química e Biológica (DEQB)

Professor Auxiliar