Dissertação

{en_GB=Integrating Inventory Management and Distribution Scheduling for Clinical Supplies in a Hospital Context} {} EVALUATED

{pt=Os gastos com a saúde têm registado um aumento nos últimos anos, levando a um interesse na melhoria das atividades logísticas em hospitais. Estes têm, habitualmente, um armazém central que apoia os serviços, abastecendo os armazéns periféricos. São responsáveis por um grande número de produtos, com diferentes características e datas de validade. Cada serviço encomenda inventário ao armazém central de acordo com as suas necessidades. A complexidade está em decidir quando e quanto encomendar, organizar e agendar as entregas, sem esquecer as restrições inerentes ao meio hospitalar. A gestão de inventário torna-se, então, uma tarefa difícil, onde as encomendas e distribuição têm de ser coordenadas entre os serviços e o armazém central. Com o objetivo de reduzir custos e a variabilidade no tempo diário de entregas, é proposto um modelo de otimização para o controlo de inventário e agendamento de entregas. Este trabalho é motivado pelo caso de um hospital português, focando-se no inventário clínico. São determinados um horário de entregas e políticas de inventário para os produtos consumidos em cada serviço, considerando restrições de capacidade e recursos humanos, e também a localização dos serviços recorrendo a rotas. Para considerar a incerteza no consumo, é desenvolvido um modelo de otimização robusta, complementar à abordagem determinística. Os modelos constituem uma abordagem inovadora ao problema, integrando controlo de inventário com agendamento de entregas. São testados com dados do hospital e as soluções revelam horários mais preenchidos e uma menor quantidade de inventário nos serviços quando comparadas com a realidade no hospital., en=Healthcare costs have been increasing over the past years, leading to an interest in improving logistic activities in hospitals. Hospitals usually have a central warehouse supporting the services and replenishing their warehouses. They are responsible for multiple items with different particularities, often with expiration dates. Each service is responsible for placing inventory orders to the central warehouse according to its needs. The complexity lies on deciding when and how much to order of each supply and scheduling the deliveries, while dealing with multiple constraints. Inventory management is therefore a challenging task where ordering, distribution and consumption must be coordinated between the different services and the central warehouse, maintaining wastage levels to a minimum and preventing stock-outs. With the aim of reducing costs and decreasing the variability in the workload of deliveries, a model that allows the optimization of inventory control and delivery scheduling is proposed. This work is motivated by the case of a Portuguese hospital, focusing on clinical supplies. Inventory policies for the items in each service and a schedule of deliveries are determined, considering capacity and human-resource constraints and the services’ location considering routing. A robust optimization model is developed, complementary to the deterministic model, to address demand uncertainty. This work proposes an innovative approach to hospital inventory management, integrating inventory control with delivery scheduling. Both models are tested with hospital data and the obtained solutions show heavier schedules, with more deliveries, and less inventory at the services when compared with the hospital's current situation.}
{pt=Gestão de Serviços de Saúde, Gestão de Inventário Hospitalar, Controlo de Inventário, Agendamento da Distribuição, Produtos Clínicos, en=Health Care Services Management, Hospital Inventory Management, Inventory Control, Distribution Scheduling, Clinical Products}

Outubro 28, 2019, 15:0

Orientação

ORIENTADOR

Inês Marques Proença

Departamento de Engenharia e Gestão (DEG)

Professor Auxiliar