Dissertação

{en_GB=Microservices Architecture for Gaming Industry Companies: Ensuring Scalability and Availability for Gaming Companies with Microservices and Hybrid Cloud} {} EVALUATED

{pt=A indústria dos videojogos tem apresentado um rápido crescimento desde que surgiu na década de 1960. Este aumento tem sido acompanhado por variados desafios técnicos tanto para programadores como para administradores. Esta indústria tem um público-alvo extremamente exigente que requer alta disponibilidade dos serviços e atualizações recorrentes de software. Assim, a infraestrutura de uma empresa pode ter um papel fundamental na performance dos seus produtos e produtividades dos seus programadores. Nos últimos anos, os microsserviços têm revolucionado a área de arquitetura de sistemas, com a sua abordagem modularizada e distribuída, tendo sido utilizada com sucesso em jogos multijogadores massivos. No entanto, é comum as empresas disponibilizarem múltiplos jogos, o que significa que os microsserviços têm ainda mais para oferecer se a arquitetura for desenhada para a empresa enquanto um todo. Nesta trabalho de pesquisa, MAGIC (Microservices Architecture for Gaming Industry Companies) é proposta como uma solução para empresas que procuram ultrapassar os limites das suas infraestruturas monolíticas e de beneficiar dos microsserviços para impactar tanto a qualidade de serviços para os seus utilizadores como os ciclos de desenvolvimento e distribuição para os seus empregados. Um dos conceitos principais da MAGIC é a centralização de componentes comuns aos vários jogos, tais como a gestão de jogadores e tabelas de pontuações. Outra característica crucial é a possibilidade de escalar as tarefas computacionalmente exigentes para a nuvem. Utilizando uma abordagem híbrida, as empresas obtêm o melhor dos dois mundos -- potencial infinito de escalabilidade e uma utilização eficiente dos recursos existentes., en=The video gaming industry has seen fast growth since its emergence in the 1960s. The surge has been accompanied by numerous technical challenges for both developers and administrators. It is an industry characterised by an increasingly demanding target audience, requesting high availability and frequent software updates. Thus, a company's infrastructure can play an essential role in the performance of their products and the productivity of their developers. In the recent years, the concept of microservices has reshaped the architectural field, with their modularised and distributed approach, having been successfully applied to massive multiplayer games. Nevertheless, more often than not, companies offer multiple games, meaning that microservices can have more to offer if the architecture is designed with a company-wide view. In this research, Microservices Architecture for Gaming Industry Companies (MAGIC) is proposed as an answer for businesses wanting to escape their limiting monolithic infrastructures and benefit from microservices to successfully impact both Quality of Service (QoS) for players, and the development and deployment cycles for the employees. One of the key concepts of MAGIC is the centralisation of common components across video games like player management, leader-boards and others. Another crucial feature in this proposed architecture is its ability to scale the most resource-intensive tasks to the cloud. By using a hybrid approach, companies can get the best of both worlds -- potential infinite scaling while efficiently using the already existing company resources.}
{pt=Industria de Videojogos, Arquitetura de Sistemas, Microserviços, Escalabilidade, Nuvem Híbrida, en=Video Gaming Industry, System Architecture, Microservices, Scaling, Hybrid Cloud}

Janeiro 22, 2021, 12:0

Orientação

ORIENTADOR

Jorge Daniel Machado Vila Boa

Chilltime

Especialista

ORIENTADOR

João Nuno De Oliveira e Silva

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores (DEEC)

Professor Auxiliar