Breve Introdução

O acesso à informação e a protecção das comunicações num mundo global e fortemente baseado nas tecnologias são reconhecidamente determinantes para o progresso económico e social, e a soberania dos Estados. Portugal, como membro da OTAN e da União Europeia constituiu recentemente, como resulta das normas internacionais, um Centro Nacional de Cibersegurança em cumprimento da estratégia nacional para o Ciberespaço. O desenvolvimento deste projecto e correspondentes concretizações, nomeadamente no que tange à organização das infraestruturas críticas, exige um conjunto de profissionais qualificados quer no plano técnico quer nos planos académico e científico.

O curso de mestrado em Segurança de Informação e Direito no Ciberespaço é uma iniciativa conjunta do Instituto Superior Técnico e da Faculdade de Direito, da Universidade de Lisboa, e da Escola Naval, que visa  proporcionar uma formação científica especializada nesta área multidisciplinar apoiada na complementaridade das valências das três instituições, reforçando a articulação entre teoria, prática e investigação nestes domínios, e contribuir assim para dotar o país das competências necessárias para enfrentar os desafios que se colocam.

A coordenação científica tripartida do curso está a cargo de

  • Prof. Dr. Carlos Caleiro, Instituto Superior Técnico, U. Lisboa
  • Prof. Dr. Eduardo Vera-Cruz Pinto, Faculdade de Direito, U. Lisboa
  • Capitão-Tenente EN-AEL Mário Rui Monteiro Marques, Escola Naval

Historial

O curso capitaliza na experiência docente e competência científica do seu corpo docente. O ano lectivo 2013/14 marca a oferta da primeira edição do curso de pós-graduação em Segurança de Informação e Direito no Ciberespaço, percursor deste curso de mestrado.

Horários para o ano lectivo 2017/18: aqui.

Objectivos

Pretende-se fornecer uma formação horizontal comum de largo espectro, compatível com formações prévias em diversas áreas, mas permitindo um aprofundamento específico opcional nas áreas predominantes do Direito, da Segurança e Gestão da Informação, da Matemática e da Engenharia Informática. Acontribuição tripartida das instituições proponentes é assim determinante não apenas para as suas áreas de especialidade, mas também para a articulação entre áreas, proporcionando uma visão abrangente dos problemas associados à segurança de informação e suas aplicações.

Destinatários

Podem candidatar-se os titulares de grau de licenciado ou equivalente legal, obtido antes do Processo de Bolonha, ou de grau de mestre, obtido após o Processo de Bolonha, nas áreas de Direito, Engenharia, Matemática, Ciências Sociais ou Económicas, Ciências Militares ou Policiais; titulares de grau superior estrangeiro equivalente; titulares de outros graus académicos, com experiência profissional de pelo menos 2 anos, e que sejam detentores de um currículo escolar e científico que demonstre capacidade para a realização deste ciclo de estudos.

Informação sobre candidaturas para o próximo ano lectivo.

Saídas Profissionais

Pretende-se que o curso seja encarado, até como forma de rentabilizar a especificidade da formação, como um degrau de formação complementar para profissionais com especial interesse na área, integrados em organizações estatais, entidades reguladoras ou empresas, e não como uma alternativa aos cursos existentes.

Regime de Funcionamento

O curso é ofrecido em regime pós-laboral*, com aulas no Instituto Superior Técnico, na Faculdade de Direito, e na Escola Naval, em diferentes dias da semana, ao final do dia ou ao sábado de manhã.

(*) Com excepção de algumas disciplinas opcionais do IST, também oferecidas a outros alunos.


Propinas

Propina anual: 2.500 euros

Coordenadores

2018/2019
Carlos Manuel Costa Lourenço Caleiro
carlos.caleiro@tecnico.ulisboa.pt

A informação contida nesta página é da responsabilidade da equipa de coordenação do curso.