Dissertação

Risk Assessment in Digital Preservation EVALUATED

O risco existe em qualquer área e nível de uma organização, quer num contexto global, quer numa actividade, projecto ou função específica; assim, é necessário que o risco seja identificado, analisado, avaliado e tratado correctamente para manter o comportamento e resultados esperados. A gestão de risco engloba um conjunto de actividades coordenadas para dirigir e controlar uma organização relativamente ao risco [1]; entre estas actividades encontra-se o apuramento do risco, uma das fases mais importantes da gestão de risco, que consiste em identificar, analisar e avaliar riscos. O principal objectivo da preservação digital é manter a informação preservada acessível durante um longo período de tempo, por meio de objectos digitais; assim sendo, é uma área que necessita de uma rigorosa gestão de risco e, especialmente, um rigoroso apuramento de riscos. Na realidade, o processo de preservação digital pode ser visto como a gestão de risco da informação em causa, defendendo-a contra ameaças e vulnerabilidades inerentes. O problema da preservação digital pode ser ainda mais complexo no contexto de e-Science, que vai sendo cada vez mais considerado um método de referência para descobertas científicas experimentais e cujos dados e processos devem ser manuseados e preservados com grande cuidado. Assim sendo, este projecto passou por analisar compreensivamente a aplicabilidade das técnicas de apuramento do risco, no contexto da preservação digital e, mais concretamente, na preservação de dados e processos de e-Science, para desenvolver um método de apuramento do risco que pode ser aplicado à gestão do longo ciclo de vida desta informação.
Gestão de Risco, Apuramento do Risco, Preservação Digital, e-Science

Novembro 11, 2011, 14:30

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

ORIENTADOR

José Luís Brinquete Borbinha

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Professor Auxiliar