Breve Introdução

O MEGI tem o objetivo de formar engenheiros que tenham uma visão interdisciplinar dos problemas empresariais, com formação sólida em Ciências Básicas, Tecnologias Fundamentais, Economia e Gestão. A forte componente interdisciplinar permitirá aos futuros mestres aplicar os conhecimentos e a capacidade de compreensão adquiridos de forma a resolver problemas, mesmo em situações novas e não familiares, evidenciando uma abordagem sistémica e profissional ao trabalho integrando conhecimentos científicos, tecnológicos e de gestão, e lidando com questões complexas.

As competências adquiridas permitirão ao Mestre em EGI recolher, selecionar e interpretar a informação relevante para avaliar soluções e fundamentar os juízos que emitem as soluções que preconizam. O Mestre deverá desenvolver competências para uma intervenção profissional numa gama alargada de organizações industriais, serviços e investigação.


Engenharia e Gestão Industrial – O melhor de dois mundos (artigo da revista da Ordem dos Engenheiros Ingenium, Nº 158, Março/Abril 2017, pp. 44-45)

Historial

Mestrado criado no âmbito do processo de Bolonha em 2006. Programa criado em 1990 como licenciatura (pré-Bolonha, de cinco anos), que originou os programas de 1.º ciclo e 2.º ciclo em Engenharia e Gestão Industrial do Técnico.

Objectivos

Os objetivos educacionais e de formação científico-tecnológica conducentes ao grau de mestre em engenharia e gestão industrial são os seguintes:

  • Desenvolver competências para aplicar os conhecimentos e a capacidade de compreensão adquiridos de forma a resolver problemas e a evidenciar uma abordagem profissional ao trabalho desenvolvido integrando conhecimentos científicos, tecnológicos e de gestão, e lidando com questões complexas, desenvolver soluções no âmbito da conceção de sistemas produtivos (produtos e serviços), e estruturas organizacionais, sujeitos a condicionalismos tecnológicos, económicos, sociais e ambientais;
  • Desenvolver competências para mudar os princípios, os métodos, técnicas de execução e formas de organização;
  • Desenvolver competências para uma intervenção profissional numa gama alargada de organizações industriais, serviços e investigação;
  • Desenvolver competências para incorporar as mais recentes inovações tecnológicas na intervenção profissional;
  • Desenvolver competências de empreendedorismo que permitam criar empresas de base tecnológica.

Destinatários

Este curso destina-se a licenciados nas áreas da Gestão e da Engenharia que pretendam adquirir uma formação sólida que lhes permita desempenhar funções em áreas como produção, distribuição, logística, marketing, sistemas de informação, estratégia, finanças e consultoria.

Saídas Profissionais

Em termos globais, estes mestres podem ocupar cargos estratégicos em PME industriais, designadamente ao nível da gestão geral, industrial, comercial e da gestão de projectos, ou em grandes grupos económico e holdings com interesses directos, ou indirectos na área industrial; e, ainda, em empresas de consultoria, ou em empresas financeiras (bancos e sociedades de investimento). É igualmente possível a integração destes profissionais em Departamentos do Estado que envolvam avaliações de projectos industriais, gestão e reestruturação de operações, auditorias económicas e financeiras, avaliações de impacto e de inovação tecnológica e estratégia de investigação e desenvolvimento.

Regime de Funcionamento

De acordo com o regime legal em vigor no IST.


Curso de 120 ECTS

Duração de 4 semestres

Aulas em Inglês quando presentes alunos estrangeiros

Plano de Estudos:

  • 1º ano, 1º semestre: 5 unidades curriculares fundamentais comuns
  • 1º ano, 2º semestre: 4 unidades curriculares fundamentais comuns; 1 unidade curricular opcional: Síntese de Processos Químicos/ Tecnologia Mecânica / Telecomunicações e Redes de Computadores
  • 2º ano, 1º semestre: 3 unidades curriculares opcionais (ver lista em https://fenix.tecnico.ulisboa.pt/cursos/megi/curriculo); Projeto em Engenharia e Gestão Industrial
  • 2º ano, 2º semestre: Dissertação em Engenharia e Gestão Industrial

Ver lista de unidades curriculares em https://fenix.tecnico.ulisboa.pt/cursos/megi/curriculo


Propinas

De acordo com o regime legal em vigor no IST.


Estudantes nacionais: Para o ano letivo de 2020-2021, a propina para acesso a cursos de 2.º ciclo foi fixada em 1063,47 euros*.
Estudantes internacionais: Se o candidato for um cidadão fora da UE, o valor da propina anual que se aplica a cursos de 2.º ciclo é de 7000,00 euros*.
* Valor indicativo

Coordenadores

2020/2021
Tânia Rute Xavier de Matos Pinto-Varela
tania.pinto.varela@tecnico.ulisboa.pt
Ana Isabel Cerqueira de Sousa Gouveia Carvalho
anacarvalho@tecnico.ulisboa.pt

A informação contida nesta página é da responsabilidade da equipa de coordenação do curso.