Dissertação

Sistema de espoleta eletrónica para combate a incêndios EVALUATED

Os incêndios são catástrofes que anualmente provocam danos económicos e ecológicos em Portugal. Nos meses de maior calor, a importância da prevenção e combate pelos bombeiros e civis é essencial para que os danos não sejam mais graves. Quem combate incêndios depara-se muitas vezes com diversos obstáculos que impossibilitam os meios de operação (carros, autotanques, camiões) de chegarem ao local de maior intensidade, levando a um aumento da área ardida. No âmbito do projeto FIREND®, coordenado pela Academia Militar Portuguesa, foi proposto a projeção e desenvolvimento de uma munição que permitisse à artilharia ajudar no combate aos incêndios. Esta munição seria capaz de atingir áreas de pior acesso, de forma eficaz e rápida. O projeto da munição envolve o desenvolvimento de uma espoleta eletrónica para combate a incêndios. A espoleta eletrónica é um circuito que, ao passar um tempo definido pelo utilizador ativa um mecanismo de abertura da munição possibilitando o lançamento de um produto capaz de ajudar a extinguir o incêndio. Na sequência de outros já realizados, este projeto tem como objetivo a análise e desenvolvimento do sistema eletrónico da espoleta, a ser incorporado dentro do projétil. O projeto envolve o desenvolvimento e construção dos circuitos eletrónicos e dos programas necessários ao comando e ensaio do projétil. Ao longo desde documento analisam-se os diferentes componentes utilizados, os diferentes meios de comunicação entre o projétil e o utilizador, e o circuito necessário para criar o sistema pretendido.
Espoleta eletrónica, incêndios, projétil, proteção, artilharia

Junho 8, 2018, 9:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

António Carlos De Campos Simões Baptista

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores (DEEC)

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

Pedro Santos

Academia Militar

Professor Adjunto