Dissertação

{en_GB=Hypervisor Board Support Package Migration - SPARC and ARM study case} {} EVALUATED

{pt=Um novo mercado espacial está na sua infância, com o High Performance Spaceflight Computing (HPSC) da NASA e o projecto DAHLIA da ESA a desenvolverem placas ARM resistentes a radiação para exploração espacial, e os requisitos de radiação menos rigorosos para satélites e lançadores de baixas órbitas terrestres que podem utilizar os sistemas ARM usados na indústria. O AIR é um hipervisor com enfâse na segregação temporal e espacial que implementa a norma ARINC 653, e foi desenvolvido para os satélites de última geração da ESA, baseados na arquitetura SPARC. A GMV procura agora acompanhar a tendência da indústria espacial, adicionando novos pacotes de suporte a placas (BSPs) ARM ao seu hipervisor. Com o objectivo de reduzir o tempo de chegada ao mercado, o método proposto é migrar o SPARC BSP já existente para ARM. Esta tese realiza uma comparação entre as duas arquiteturas e uma revisão das inovações que o ARMv7 traz para um hipervisor. Consegue também ampliar o portfólio de BSPs do AIR desenvolvendo com sucesso o BSP para uma placa Arty Z7 da Digilent baseada no Zynq-7000 SoC da Xilinx, que usa dois processadores Cortex-A9., en=A new space market is in its infancy, with both NASA's High Performance Spaceflight Computing (HPSC) and ESA's DAHLIA project developing an ARM based radiation-hardened board for deep space flight, and the lessened radiation requirements for lower earth orbit satellites and launchers which can use industry-grade ARM Systems-on-a-Chip (SoCs). AIR is a Time and Space Partitioning (TSP) hypervisor, implementing the ARINC 653 standard, developed for ESA’s last generation satellites running on SPARC-based computers. GMV now seeks to accompany the space industry trend by adding new ARM board support packages (BSPs) to its hypervisor. With the objective of reducing the time to market, the method proposed is to migrate the existing SPARC BSP to ARM. This thesis accomplishes a well documented side-by-side comparison of the two architectures and an indepth review of the changes that ARMv7 brings to a hypervisor. It succeeds in broadening the BSP portfolio of AIR by successfully developing the BSP for an Arty Z7 board from Digilent based on Zynq-7000 SoC by Xilinx, featuring two Cortex-A9 processors.}
{pt=virtualização, hipervisor, SPARCv8, ARMv7, AIR, Zynq-7000, en=virtualization, hypervisor, SPARCv8, ARMv7, AIR, Zynq-7000}

Junho 28, 2019, 17:30

Orientação

ORIENTADOR

Daniel Silveira

GMV

Engenheiro

ORIENTADOR

João Nuno De Oliveira e Silva

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores (DEEC)

Professor Auxiliar