Dissertação

Deformação de estruturas de contenção: a importância de conhecer a rigidez do solo na gama das pequenas deformações EVALUATED

No desenvolvimento das cidades atuais, o subsolo desempenha um papel primordial, nomeadamente no que diz respeito à execução de pisos enterrados de edifícios. Sendo as estruturas geralmente executadas em zonas densamente urbanizadas, é essencial acautelar os efeitos da sua construção nos edifícios vizinhos. Com a presente dissertação pretende-se avaliar os efeitos de uma melhor caraterização da resposta do solo na gama das muito pequenas a pequenas deformações, de forma a poder estimar de forma mais realista os deslocamentos. Para tal, procura-se primeiramente entender a forma como o software de elementos finitos adotado (PLAXIS 8.6) simula essa gama de deformações através da utilização do modelo constitutivo Hardening Soil Small-strain Stiffness (HSsmall), simulando-se ensaios laboratoriais e comparando os resultados com o modelo constitutivo Hardening Soil (HS), que é usualmente utilizado para projetos desta natureza. Esta metodologia será aplicada a caso de estudo, correspondente à contenção periférica construída para a implantação de um edifício em Lisboa, composto por 17 pisos elevados e 6 pisos enterrados. Para tal é preciso fazer uma estimativa de parâmetros de deformabilidade do terreno a partir de métodos sísmicos e de ensaios de penetração e a modelação numérica do processo construtivo de uma estrutura de contenção periférica. O objetivo final será o de comparar os deslocamentos estimados de duas modelações, uma considerando os pressupostos de projeto e outra recorrendo ao modelo constitutivo HSsmall, com as leituras reais de obra.
Rigidez na gama das pequenas deformações, estruturas de contenção flexíveis, método dos elementos finitos

Junho 5, 2018, 10:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Rui Pedro Carrilho Gomes

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar