Dissertação

Hydrodynamics of open-channel confluences with low discharge ratio EVALUATED

Ao longo do ultimo século, as obras fluviais foram feitas com pouco cuidado para com os impactos causados aos ecossistemas, o que os danificou consideravelmente. No entanto, desde o final do século, foram feitos alguns esforços de modo que a reabilitação fluvial fosse sustentável. Uma boa compreensão da morfologia e hidrodinâmica fluviais é a chave para projectos de reabilitação bem sucedidos. O presente estudo foi desenvolvido nesse contexto, tendo sido estudada uma confluência de elevado ângulo com alto caudal sólido afluente e baixos rácios de caudal e largura. As presentes experiências mostraram que algumas características da confluência são diferentes quando estes parâmetros são adoptados. Quando uma confluência possui alto caudal sólido afluente, ocorre discordância entre leitos e forma-se uma grande barra de deposição no canal principal, imediatamente a jusante da confluência. Por outro lado, na presença da combinação entre altos caudais afluentes e baixas larguras do canal afluente, a erosão do leito é bastante potenciada na zona da cavidade de erosão, o que produz uma cavidade de erosão mais acentuada. Esta combinação potencia também o jacto de água que flui do canal afluente, o que acentua a deflexão do escoamento. Utilizando o conhecimento adquirido, espera-se que se possa atingir uma melhor interpretação das confluências que apresentem variáveis de controlo semelhantes, facilitando futuros projectos de reabilitação nestas condições.
confluência, hidrodinâmica, morfologia, ângulo de confluência

Junho 7, 2018, 11:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

António Heleno Cardoso

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Catedrático