Dissertação

Comportamento estrutural e reforço de um tabuleiro metálico de uma ponte ferroviária EVALUATED

Ponte do Zêzere II, localizada no concelho da Covilhã, é uma ponte ferroviária metálica de via simples, com tabuleiro em treliça metálica com ligações rebitadas inaugurada em 1890. Integrada na linha da Beira Baixa, esta linha foi desativada em 2009 por apresentar diversas deficiências. Entre as principais deficiências, encontra-se a falta de resistência à fadiga, fenómeno típico de estruturas metálicas em que ocorrem variações de tensão cíclicas e elevadas. Desta forma, foi realizada uma análise estrutural do tabuleiro ferroviário metálico e uma verificação da segurança aos estados limites últimos de acordo com o Eurocódigo 3, e tendo em consideração as atuais cargas de projeto. Esta verificação mostrou diversas deficiências de resistência última dos elementos estruturais do tabuleiro, tendo sido necessário proceder ao estudo de soluções de reforço e substituição de diversos elementos da estrutura. Na sequência desta análise foi realizada a verificação de segurança à fadiga de diversos elementos da estrutura metálica, já tendo em consideração os reforços preconizados. As normas europeias não contêm métodos específicos para a verificação de segurança à fadiga de ligações rebitadas, comparando os rebites novos a parafusos pré-esforçados. Verifica-se, contudo, que esta comparação pode ser inadequada uma vez que uma ligação rebitada centenária pode, em serviço, não se encontrar pré-esforçada. Foram assim utilizadas metodologias para a verificação de segurança à fadiga de ligações rebitadas que tiveram em conta esta particularidade. Concluiu-se desta verificação que as ligações rebitadas evidenciam em geral bom comportamento à fadiga, mesmo para as presentes sobrecargas de projeto.
Ponte ferroviária treliça metálicas, ligações rebitadas, rebite, resistência à fadiga

Dezembro 12, 2019, 16:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

José Joaquim Costa Branco de Oliveira Pedro

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar