Dissertação

Reabilitação como ferramenta para a sustentabilidade EVALUATED

"Este projecto surge como resposta ao exercício proposto na disciplina de Projecto Final 2, do ano lectivo de 2018/2019. Exercício este que tem como tema a “Reabilitação como ferramenta para a sustentabilidade”. O edifício em estudo foi projetado e construído em 1916/18, insere-se numa área da cidade muito heterogénea, tanto na volumetria como na materialidade do edificado. Aqui coabitam edifícios de diversas épocas e estilos, sendo grande maioria edifícios de serviços construídos nas últimas décadas, pontualmente ainda se encontram construções do século XIX tardio e do início do século XX. Hoje encontramo-nos no fim da segunda década do século XXI, estamos a viver uma mudança de mentalidades, e se nas últimas décadas fomos deixando acontecer a descaracterização das nossas cidades, hoje acredita-se na reabilitação, acredita-se que se deve respeitar, compreender e por vezes enaltecer o passado, adaptando alguns destes edifícios, por vezes ampliando-os fazendo uso das novas tecnologias construtivas garantindo assim resposta às necessidades do presente não descurando necessidades futuras. (...) É do meu desejo libertar este pequeno edifício dos limites de crescimento abruptamente impostos à nascença, e introduzir uma nova escala que corresponda a esta nova função, pois este edifício agora tímido e atarracado deixará de ser residencial para se transformar em importante sede de empresa, empresa essa que regista orgulhosamente centenas de novos domínios todos os dias, oferecendo assim um serviço valioso a quem ousou criar."
Reabilitação, escritórios, auditório, ampliação, metal, vidro

Setembro 25, 2019, 9:0

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

ORIENTADOR

Miguel José Das Neves Pires Amado

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Associado