Dissertação

De Santa Apolónia a Xabregas para o Tejo EVALUATED

O relatório descreve e fundamenta um plano urbano situado na orla Oriental da cidade de Lisboa. Esta área é caracterizada pela descontinuidade entre a malha urbana e o rio, provocada pelo processo de industrialização que propiciou a construção de diversas infra-estruturas, tais como: a linha de comboios de Stª. Apolónia, a Av. Infante D. Henrique, o viaduto de Xabregas e o Porto de Contentores. Analisámos a evolução urbana da área de intervenção, os aspectos fisiográficos, os diversos sistemas urbanos (edificado, ecológico, mobilidade e espaço público) e alguns casos de estudo. Para consolidar as estratégias do projecto urbano foi necessário perceber a permanência do Porto de Contentores, os vários cenários relativos à continuidade ou não da linha de comboios, bem como as intenções definidas no Plano Diretor Municipal de Lisboa que se poderão aplicar à área de intervenção. A estratégia assentará fundamentalmente por reabilitar, readaptar e regenerar grande parte da área de intervenção demonstrando que é possível fazer mais com menos. Queremos tornar este lugar mais atrativo de forma a aumentar o fluxo de habitantes e turistas. Por outras palavras, pretendemos reatar as relações que a cidade e o Tejo mantiveram durante séculos.
descontinuidade, infra-estruturas, reabilitar, readaptar

Junho 16, 2015, 11:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Carlos Moniz de Almada Azenha Pereira da Cruz

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Prof Auxiliar Convidado