Dissertação

International Exhibitions and urbanism production: comparative study of Lisbon and Seville EVALUATED

Esta tese tem como objetivo compreender como foram construídas as Expos até aos dias de hoje, identificando o que aconteceu depois do evento ao local e às infraestruturas utilizadas, e ainda perceber qual é o papel de uma Expo no urbanismo e na vida de uma cidade. Pretende-se também analisar se existe um modelo de sucesso que as Expos devem seguir e qual o futuro para este tipo de eventos. Para além de uma breve análise a Expos passadas, foram escolhidas duas como casos de estudo: a Expo de Sevilha em 1992 e a Expo de Lisboa em 1998. Inicialmente, esta tese analisa o contexto deste tipo de eventos através da sua relação com a história do urbanismo, o impacto que as Expos tiveram mundialmente, os diferentes tipos de experiências que foram feitas e a relevância de indicadores urbanísticos. De seguida é mostrado o resultado da recolha dos dados, sobretudo em formato de imagens, de um vasto leque de Expos passadas e a sua comparação. O objetivo é que se compreenda o conceito de uma Expo e as suas consequências para a cidade. No último capitulo são analisados os dois casos de estudo, tendo por base todas as características relevantes de uma Expo em termos de urbanismo, vistas no capitulo anterior. Esta tese permite compreender as diferentes abordagens na organização de uma Expo e as consequências que isso tem numa cidade. Para além disso, são identificadas quais as características de uma Expo que provavelmente têm um impacto urbano positivo.
Expo, Integração na cidade, Expo Sevilha 1992, Expo Lisboa 1998

Julho 5, 2017, 14:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Miguel José Das Neves Pires Amado

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Associado

ORIENTADOR

Philippe Hanocq

Faculté des Sciences Appliquées - Université de Liège

Professor