Breve Introdução

O curso dura 5 anos e inclui forte componente informática e laboratorial. Os primeiros 3 semestre são dedicados às Ciências Básicas (Matemática, Física e, em especial, Química). A partir do 4º semestre, o curso concentra-se nas Ciências de Engenharia Química (Termodinâmica, Fenómenos de Transferência, Processos de Separação, Engenharia de Reacções), alargando-se o seu âmbito a partir do 4º ano a áreas como a economia e a gestão, a optimização e aspectos ambientais. O ùltimo ano é dedicado ao Projecto de uma unidade industrial, em que se integram todos os conceitos anteriores, e a um estágio curricular cujo principal objectivo é reforçar a ligação entre a licenciatura e a indústria e o mundo do trabalho, em geral.

Historial

O ensino de Engenharia Química no IST acompanha o Instituto desde a sua fundação, caracterizando-se por uma formação sólida e inovadora. Após a vigência, de 1983 a 1997, de uma estrutura curricular caracterizada pela existência de três ramos, optou-se agora por oferecer um curso unificado.

Objectivos

A Engenharia Química combina ciências básicas como Química, Física e Matemática com ciências de engenharia e conceitos económicos para resolver problemas que podem ir da escala molecular à escala das grandes indústrias químicas. A resolução desses problemas exige frequentemente trabalho de equipa, facilidade de comunicação e o uso de abundante de meios informáticos, o que confere tradicionalmente ao Engenheiro Químico uma grande flexibilidade.

O objectivo do Curso de Engenharia Química do IST é formar profissionais altamente competentes, adaptáveis e com uma capacidade de aprendizagem autónoma que lhes permita enfrentar uma sociedade em evolução acelerada, onde se abrem novas áreas de oportunidade profissional, para além da indústria química, tais como ciências e tecnologias ambientais, biotecnologia e engenharia biomédica, ciência e tecnologia de materiais, nanotecnologias e microssistemas, e gestão tecnológica.

Saídas Profissionais

As saídas profissionais são múltiplas, salientando-se a Engenharia de Projecto e de Processo, e também o Controlo de Qualidade no âmbito das indústrias químicas e afins, da indústria farmacêutica e agroalimentar, do ambiente, etc. Por outro lado, a intervenção dos Engenheiros Químicos estende-se à Investigação Científica (fundamental e aplicada) - em particular nas Ciências de Engenharia Química e na Engenharia de Processos Químicos - e ao Desenvolvimento Tecnológico. São de referir também as saídas profissionais em outras áreas industriais e em outros sectores de actividade, em particular em gabinetes de consultoria e em empresas de comércio e serviços, em resultado da formação multidisciplinar que é característica da Engenharia Química.

Coordenadores

2007/2008
Sebastião Silva Alves
sebastiao.alves@tecnico.ulisboa.pt

A informação contida nesta página é da responsabilidade da equipa de coordenação do curso.