Métodos de Avaliação

A avaliação da disciplina tem 2 componentes: teórica (50%), projecto (50%).

 

Componente Teórica (50%):

- Consiste em 2 testes.

- Na época de recurso é possível repescar um ou ambos os testes individualmente.

- Nota mínima da componente teórica: 9,0 valores.

 

Componente Projecto (50%):

- Composto por 3 exercícios, realizados em grupos de 2 alunos.

- Nota preliminar do projeto dada por: P1 15% + P2 17,5% + P3 17,5%, em que P1-P3 são as notas atribuídas a cada solução submetida.

- Uma vez apurada a nota preliminar do projeto, um teste prático e discussão determinam a nota final da componente de projeto. Em caso de desempenho satisfatório, a nota final será igual à nota preliminar; caso contrário, será uma porção desta. Ao contrário da nota preliminar, que é atribuída ao grupo, a nota final é individual.

i) Teste prático (individual): Decorre na primeira semana de avaliações. Consiste na implementação de algumas extensões sobre o código submetido, sendo as extensões anunciadas no início do teste e resolvidas dentro de um tempo limitado. O nível de dificuldade é muito fácil caso o aluno tenha realmente resolvido o projeto.

ii) Discussão (individual): Decorre na segunda semana de avaliações.

- Nota mínima da componente projeto: 9,0 valores.

 

Nota Final:

 - NF = 0,15 P1 + 0,175 P2 + 0,175 P3 + 0,25 T1 + 0,25 T2

 

 Aproveitamento de notas anteriores: a nota do projeto do ano passado pode ser reaproveitada este ano caso tenha sido positiva (>=10,0).


  Época Especial:

- Combina componentes prática e teórica: 0,4 P + 0,6 T

-  Cada componente tem nota mínima de 9,0v

- Componente prática: projeto realizado em época normal este ano letivo ou ano letivo anterior; em alternativa, o aluno pode realizar um exercício prático em Época Especial.

- Componente teórica: Exame

 

Trabalhadores-estudante: Avaliados de forma análoga aos restantes