Métodos de Avaliação

A avaliação da disciplina tem 2 componentes: teórica (50%), projecto (50%). 


Componente Teórica (50%):

- Consiste em 2 testes.

- Na época de recurso é possível repescar um ou ambos os testes individualmente.

- Nota mínima da componente teórica: 9,0 valores.

 

Componente Projecto (50%):

- Composto por 3 exercícios: P1 15% + P2 17,5% + P3 17,5%.

- Realizado em grupos de 2 alunos, mas com avaliação individual.

- Para cada exercício exceto o último, será dado o código da solução após a entrega respetiva.

- A avaliação do projeto é feita por uma combinação de:

i) Testes práticos individuais na turno laboratorial após as entregas de P1 e P2. Consiste na resolução (individual) de uma pequena alínea sobre o código submetido/disponibilizado. A nota intermédia resultante de cada teste prático é determinada pelo código submetido pelo gurpo e pelo desempenho do aluno no teste prático individual.

ii) Discussão final após a entrega do último exercício, na qual terão que estar presentes todos os elementos do grupo e onde será atribuida uma nota individual a cada elemento; nesta discussão qualquer aluno pode ter a sua nota obtida até então alterada.

- Nota mínima da componente projeto: 9,0 valores.

 

Nota Final:

- NF = 0,15 P1 + 0,175 P2 + 0,175 P3 + 0,25 T1 + 0,25 T2

  

Aproveitamento de notas anteriores: a nota do projeto do ano passado pode ser reaproveitada este ano caso tenha sido positiva (>=10,0).

  

Época Especial:

- Combina componentes prática e teórica: 0,4 P + 0,6 T

-  Cada componente tem nota mínima de 9,0v

- Componente prática: projeto realizado em época normal este ano letivo ou ano letivo anterior; em alternativa, o aluno pode realizar um exercício prático em Época Especial.

- Componente teórica: Exame

 

Trabalhadores-estudante: Avaliados de forma análoga aos restantes