Metodologia para preparação do projeto final

14 Abril 2017, 23:58 Rui Jorge Lucas Faria

Caros Alunos,
Serve o presente para apresentar a metodologia que proponho para a elaboração do projeto final:

1. Naturalmente agregar todas as entregas anteriores num único pacote, eliminando ou conjugando num só todos os anexos ou comentário complementares eventualmente apresentados em cada entrega, para explicar/enquadrar situações especificas dos vossos projetos;
2. A exceção à regra anterior é a iluminação. Neste caso foi pedido que substituíssem os aparelhos inicialmente considerados substituindo em cada caso a solução proposta por uma solução com fonte de luz LED. Será vossa a seleção e opção de equipamentos, mas sendo os objetivos finais semelhantes, foi referido que talvez a melhor (menos trabalhosa opção) fosse encontrar no mesmo fabricante e caso a caso um equipamento semelhante ao anteriormente selecionado (mesma gama) mas com LED, naturalmente com o aspeto exterior (desenho do aparelho) seria semelhante (não coloca em causa nenhuma discussão e confirmação com o arquiteto) e se o diagrama polar o fluxo luminoso e a temperatura de cor forem semelhantes, seria basicamente substituir um aparelho pelo outro sem provavelmente qualquer alteração de circuitos, comando, cálculos (ligeiro acerto de potência) e quantidade. A partir desta situação mais simples pode em cada caso a alteração ser maior ou menor conforme vossa opção;
3. Como função dessa alteração todos os elementos de projeto dependente destes elementos devem ser atualizados;
4. Todos os elementos desenhados solicitados nas entregas anteriores foram exigidas só as localizações dos equipamentos e aparelhagem, agora terão de ser entregues completos, com circuitos traçados, com clara tipologia de montagem, numeração dos circuitos e outra identificações, simbologias, notas e outros elementos complementares, semelhantes aos desenhos do projeto de referencia;
5. Continuo a reforçar que o importante é fazerem e entregarem tudo, pelo que garantam essa entrega com esquissos dos desenhos feitos à mão, podendo naturalmente em parte ou todo o projeto ser desenhado em Autocad;
6. À medida que se vai avançando nos desenhos encontram-se erros ou vão-se evoluindo as decisões e soluções, terminem cada desenho de forma sólida e regressem a outros desenhos eventualmente terminados se necessário por decisões posteriores tomadas noutro desenho. Terminem primeiro os desenhos em planta, no final façam uma revisão e "sobreponham" os desenhos para procurarem incompatibilidades ou melhorias de representação para maior qualidade na apresentação do projeto;
7. Após terminadas as plantas revejam os quadros elétricos e compatibilize a informação que está nas plantas com a que está nos quadros elétricos;
8. Neste altura devem verificar e corrigir se necessário o ficheiro de calculo com as referencias e informação dos desenhos com aquela apresentada na folha;
9. Nesta altura devem ler as memórias descritivas, alterar a informação de outros projetos por informação deste projeto, eliminar o que não existir neste projeto e acrescentar elementos especificas deste projeto;
10. Quanto ao mapa de medições devem em primeiro lugar confirmar a lista de itens, confirmar que têm no projeto todos os itens da lista, no caso de estar algum não utilizado, devem retirá-lo ou imediatamente colocar quantidade ZERO e marcá-lo com um amor diferente para não esquecer e verificar se há algum novo item de projeto que não exista na lista e acrescentar. Terão em caso de alteração de ajustar o índice dos itens eliminados e dos acrescentados;
11. Confirmada a lista de itens devem desenho a desenho tentar quantificar os materiais/itens e colocá-los na tabela;
12. No caso dos quadros elétricos devem também tentar fazer os esquemas de comando adequados ao vosso projeto;
13. Insisto na ideia que sempre que se trabalho num novo elemento, podem surgir ideias, verificação de erros ou ajustes que impliquem com outros elementos, esses notas devem ser tiradas e atualizados outros elementos se necessário;
13. Em tudo o referido devem considerar como base e guia o projeto de referencia, considerando todos os comentários e esclarecimentos disponibilizados até hoje;
14. A entrega será completamente digital, sendo por isso importante estabilizarem uma designação dos ficheiros onde seja evidente a informação do vosso projeto/grupo;
15. Na 2ª feira confirmamos, mas talvez seja também adequada uma entrega fisica (em papel) do projeto final, porque na vida real, apesar de cada vez menos, é comum haver o mínimo de entregas físicas, o que também permite confirmar se o output sai de acordo com o que foi pensado.
Cumprimentos,
Rui Faria