Métodos de Avaliação

Regras de Avaliação da UC de Química 2021/2022

 

1. O método de avaliação contempla duas componentes: avaliação contínua (50%) e avaliação por exame (50%).

 

2. A componente de avaliação contínua será realizada presencialmente ao longo das aulas, sendo dividida em:

i) 3 Quizzes (a realizar em suporte eletrónico - plataforma Socrative) com a duração de 20 min cada, que decorrerão nas aulas de problemas do dia 13 de Outubro (MAP1, final da aula), 20 de Outubro (MAP2) e 3 de Novembro (MAP3). A nota desta componente (MAPs) corresponde à média dos 3 Quizzes e terá um peso de 30% na nota final da UC

ii) 2 fichas de laboratório (a realizar em suporte eletrónico - plataforma Socrative) com a duração de 20 min cada, que decorrerão nas aulas de problemas do dia 27 de Outubro (L1) e 10 de Novembro (L2). Em cada ficha serão avaliados 2 trabalhos de laboratório separadamente: T0 e T2C no momento de avaliação L1; T3A e T4A no momento de avaliação L2.  Esta componente só estará acessível relativamente aos trabalhos que o aluno realizou (se não foi feito determinado trabalho, não poderá ser realizada a avaliação correspondente). Não serão realizadas recuperações dos trabalhos de laboratório que o aluno não realizou. A nota final desta componente laboratorial (Ls) corresponde à média das 2 fichas e terá um peso de 20% na nota final da UC.

 

3. O exame (E) irá decorrer presencialmente na 9ª semana de aulas (a 25 de Novembro), incidirá sobre toda a matéria lecionada nas aulas teóricas e teorico-práticas, tendo a duração de 2 h. Esta componente tem um peso de 50% na nota final da UC, e nota mínima de 7 valores.

 

4. O aluno será aprovado à UC se a Nota Final (NF)

NF = 0,3*MAP+0,2*L+0,5*E

for igual ou superior a 9,5/20 valores.

 

5. O exame de recurso (ER) irá decorrer presencialmente na 20ª semana de aulas, incidirá sobre toda a matéria lecionada nas aulas teóricas e teorico-práticas, tendo a duração de 2 h. Este exame tem um peso de 80% na nota final, englobando as componentes do exame (E) e dos MAP, e nota mínima de 7 valores. O aluno será aprovado se a Nota Final (NF)

NF = 0,2*L+0,8*ER

for igual ou superior a 9,5/20 valores.

 

6. No caso dos alunos que sejam admitidos no IST na 2ª ou 3ª fase do Concurso Nacional de Acesso, o peso das componentes MAP falhadas (10% cada na nota final da avaliação contínua) será transferido para a prova de Exame (E), isto é um aluno de 2ª ou 3ª fase será aprovado à UC se a Nota Final (NF)

NF = (0,3 - 0,1*F)*MAP+0,2*L+ (0,5 + 0,1*F)*E

for igual ou superior a 9,5/20 valores, em que F é o número de componentes MAPs falhadas. Os trabalhos laboratoriais falhados não serão recuperados no laboratório, resultando em que as componentes L de avaliação contínua falhadas poderão ser respondidas nas respectivas fichas de laboratório (1 e/ou 2), desde que estes alunos preparem o respetivo trabalho (através da leitura da técnica laboratorial no Guia de Laboratórios+visualização do vídeo do trabalho+realização dos questionários de validação) e visualizem o vídeo de execução correspondente.

 

7. No caso de estudantes com estatuto de trabalhador estudante ou com estatuto de desportista de alta competição, que estejam devidamente oficializados pelos órgãos de gestão do IST, o método de avaliação é exclusivamente exame (E ou ER), e o aluno será aprovado se a nota do mesmo for igual ou superior a 9,5/20 valores. No entanto, se estes alunos desejarem, podem realizar a componente laboratorial, sendo avaliados segundo as regras de um estudante convencional (ver pontos 1 a 5)

 

8. No caso da época especial ou época extraordinária, o método de avaliação será exclusivamente por exame presencial, e o aluno será aprovado se a nota do mesmo for igual ou superior a 9,5/20 valores

 

9. Os alunos já com aprovação em Laboratórios de Química I (LQ I) no 1º semestre dos anos letivos 2019-2020 e 2020/2021, estão dispensados da realização das práticas na UC de Química. Nestes casos, a componente L para aprovação a esta UC (ver pontos 4 e 5) será a nota final obtida em LQ I.

 

10. Os alunos que forem aprovados na UC na época normal podem realizar o exame de recurso para efeitos de melhoria, contando a melhor das duas notas (MAP + E ou ER) para o cálculo da nota final (ver pontos 4 e 5).