Métodos de Avaliação

PP Assessment

 ACTIVIDADES E AVALIAÇÃO:

O Método de Avaliação, para estudantes em regime normal, considera as três componentes seguintes:

  • A avaliação específica nas aulas, quer normais quer de tipo seminário ou formativas (questionários, críticas a artigos, apresentações temáticas);
  • A Realização da Actividade extra-curricular aprovada (a que cada aluno se havia candidatado) incluindo a respectiva informação de progresso, e que inclui resposta a inquéritos periódicos. Mesmo que as Actividades extra-curriculares sejam efectuadas em Grupo, a avaliação será sempre individual.

No decurso do período lectivo e de execução das actividades, os estudantes terão que responder a Inquéritos e a Relatórios de Progresso solicitados pela Equipa de Coaching que lhes for atribuída.

Com a conclusão da Actividade extra-curricular cada aluno terá que preparar e submeter para avaliação os seguintes Relatórios escritos:

  1. No caso de Actividade executada Individualmente
  1. Relatório de Actividade (Individual) — É um relatório muito objectivo, factual, que descreve o propósito da actividade, as tarefas efectuadas durante a actividade, o ambiente em que ocorreu, as eventuais condicionantes, etc.
  2. Relatório de Aprendizagem (Individual) — É um relatório de Reflexão pessoal no qual se descrevem as aprendizagens não curriculares em termos de competências transversais  (Soft-Skills) adquiridas/melhoradas, as experiências vivenciadas e o nível de maturidade adquirido como indivíduo e/ou profissional.
  3. Poster sobre a Actividade (opcional para Defesa de Nota) — O Poster é um documento em formato A0 que expõe os aspectos relevantes da Actividade e também da Experiência de Aprendizagem conseguida, que se destina a ser colocado em Exposição pública futura.
  1. No caso de Actividade executada Em Grupo
  1. Relatório de Actividade (do Grupo) — É um relatório colectivo escrito por todos os membros do Grupo, muito objectivo, factual, que descreve o propósito da actividade, as tarefas efectuadas durante a actividade, o ambiente em que ocorreu, as eventuais condicionantes, etc. O relatório tem que indicar e identificar todos os elementos do Grupo como co-autores do relatório, e tem que mencionar o papel desempenhado individualmente por cada membro do grupo. O Relatório de Grupo, apesar de  escrito por todos os elementos do Grupo, será apenas submetido pelo aluno com IST ID mais baixo.
  2. Relatório de Aprendizagem (Individual) — Mesmo que a actividade tenha sido desempenhada em grupo, cada aluno produz um relatório individual, de Reflexão pessoal, sintético, descrevendo as aprendizagens não curriculares em termos de competências transversais  (Soft-Skills) adquiridas/melhoradas, as experiências vivenciadas e o nível de maturidade adquirido como indivíduo e/ou profissional, e como bom cooperante em trabalho de grupo.
  3. Relatório de Avaliação de Grupo (Individual) — Para actividades em Grupo cada membro do grupo terá que incluir juntamente com o seu Relatório de Aprendizagem, um Relatório de Avaliação de Grupo, onde efectua a sua avaliação pessoal em relação a todos os elementos do grupo, incluindo a própria (auto-avaliação).
  4. Poster sobre a Actividade (opcional para Defesa de Nota) — O Poster é um documento em formato A0 que expõe os aspectos relevantes da Actividade e também da Experiência de Aprendizagem conseguida, que se destina a ser colocado em Exposição pública futura.

Avaliação de Trabalhadores-Estudantes, ou para estudantes desenvolvendo a sua actividade no estrangeiro

Os Trabalhadores-Estudantes (com esse estatuto devidamente registado no sistema FenixEdu) ou estudantes no estrangeiro (por exemplo, Erasmus) seguem o mesmo método de candidatura a actividades, as mesmas condições de execução das actividades e de avaliação similares ao dos estudantes em regime normal, respeitando as mesmas datas de submissão de Relatórios escritos, mas com uma valorização dos pesos ajustada em relação às componentes de "Aulas, Seminários ou Formações", que não são consideradas.

Avaliação em Época Especial

Estudantes que optem pela avaliação em Época Especial seguem o mesmo método de candidatura a actividades oferecidas no semestre em execução, as mesmas condições de execução das actividades e de avaliação que as dos Trabalhadores-Estudantes, mas com a submissão dos Relatórios para avaliação no período (semestre) da Época Especial.

Período de Recurso

O Método de Avaliação não contempla Exames, pelo que não considera avaliações em Período de Recurso.

Submissão de Provas Escritas (Relatórios)

As provas escritas para avaliação (excepto questionários em aula) são submetidas eletronicamente em formato PDF na página oficial do Curso no sistema FenixEdu ou de acordo com método indicado especificamente. Instruções sobre o processo de submissão de cada prova escrita serão publicadas com a devida antecedência.

POLÍTICA DE CLASSIFICAÇÕES:

A Nota Final será determinada em função do nível de participação activa em todos os tipos de aulas da disciplina (onde se incluem questionários, críticas a artigos, apresentações temáticas, etc.), dos relatórios de progresso de execução da Actividade extra-curricular (ou de confirmação da sua execução) e da classificação obtida nos trabalhos escritos submetidos.

A nota mínima de aprovação é de 9.5 valores. Uma nota final acima de 17 valores requer Defesa de Nota (opcional) para poder ser concedida.

Uma Nota Final acima de 17 valores poderá ser conseguida com Relatórios revelando uma qualidade excepcional, com relatórios de progresso favoráveis tanto por parte da Equipa de Coach, como por parte da Entidade onde a Actividade extra-curricular se realizou, com um nível muito elevado de participação activa nas aulas (e na avaliação de actividades desenvolvidas nessas aulas) e requer para Defesa de Nota uma prova escrita adicional (Poster). Sem a Defesa de Nota, a classificação final fica limitada a 17 valores.

Para estudantes em regime normal

Os componentes de avaliação e seus pesos são os seguintes (numa escala de 20 valores):

Componentes de Avaliação

Pesos

Relatório de Actividade e componentes associados (nota 2) 

30% (nota 1)

Relatório de Aprendizagem e componentes associados (nota 2)

40% (nota 1)

Avaliação nas aulas, Seminários ou aulas Formativas (nota 3)

30%

Elaboração de Poster sobre a Actividade

Defesa de Nota
(acima de 17 valores)




nota 1:  Caso o estudante receba uma classificação "absoluta" de 17 valores ou inferior nos Relatórios por deficiência nos aspectos relacionados apenas com a escrita (ortografia, gramática, pontuação, estilo, etc.), pode solicitar revisão dos relatórios afim de melhorar a qualidade da escrita. O valor máximo após a revisão não será superior a 18 valores. As rubricas de avaliação relacionados com a descrição dos componentes da actividade ou da experiência vivenciada não são passíveis de revisão para melhoria de classificação.

nota 2:  As componentes associadas estão relacionadas com a valorização dos "feed-backs" requeridos, tais como os relatórios de progresso no curso solicitados pela Equipa de Coaching aos alunos e os relatórios de execução solicitados à Entidade para quem a Actividade está a ser desenvolvida. Para casos de Actividades de Auto-Iniciativa concluídas antes do início do período lectivo, o comprovativo de execução emitido pela Entidade onde a Actividade foi desenvolvida, é bastante, mas tem que explicitamente indicar o período de execução e a duração das tarefas desenvolvidas ou da actividade. 

nota 3:  Considera a avaliação nas actividades desenvolvidas em aula.

Para Trabalhadores-Estudantes ou para Época Especial de Exames

Os componentes de avaliação e seus pesos são os seguintes (numa escala de 20 valores):

Componentes de Avaliação

Pesos

Relatório de Actividade e componentes associados (nota 2) 

40% (nota 1)

Relatório de Aprendizagem e componentes associados (nota 2)

60% (nota 1)

Elaboração de Poster sobre a Actividade

Defesa de Nota
(acima de 17 valores)



nota 1:  Caso o estudante receba uma classificação absoluta de 17 valores ou inferior nos Relatórios por deficiência nos aspectos relacionados apenas com a escrita (ortografia, gramática, pontuação, estilo, etc.), pode solicitar revisão dos relatórios afim de melhorar a qualidade da escrita. O valor máximo após a revisão não será superior a 18 valores. As rubricas de avaliação relacionados com a descrição dos componentes da actividade ou da experiência vivenciada não são passíveis de revisão para melhoria de classificação.

nota 2:  As componentes associadas estão relacionadas com a valorização dos "feed-backs" requeridos, tais como os relatórios de progresso no curso solicitados pela Equipa de Coaching aos alunos e os relatórios de execução solicitados à Entidade para quem a Actividade está a ser desenvolvida. Para casos de Actividades de Auto-Iniciativa concluídas antes do início do período lectivo, o comprovativo de execução emitido pela Entidade onde a Actividade foi desenvolvida, é bastante, mas tem que explicitamente indicar o período de execução e a duração das tarefas desenvolvidas ou da actividade. 

INCUMPRIMENTO E PENALIZAÇÕES:

  1. A não apresentação de candidatura a Actividades, nos prazos estabelecidos, será sempre interpretada como "desistência" da disciplina, sendo o aluno excluído do processo de avaliação quer em período Normal, quer em Época Especial.
  2. A falha do aluno na apresentação de comprovativo de Execução da Actividade emitido pela Entidade Proponente, no caso de Actividades de Auto-Iniciativa, implica exclusão do aluno do processo de avaliação.
  3. A negação de Execução da Actividade pelo aluno, indicada pela Entidade Proponente, no caso de Actividades Institucionais, implica exclusão desse aluno do processo de avaliação.
  4. A falta de resposta por parte da Entidade Proponente aos pedidos de Relatório de Progresso de Execução da Actividade, tanto em Actividades Institucionais como em Actividades de Auto-Iniciativa, implicará "penalização" de 2 valores na avaliação de cada um dos Relatórios (Actividade e Aprendizagens).
  5. A falha na interação entre a Equipa de Coaching e o aluno, medida pelos pedidos de relatórios de progresso no curso e pelas respostas respetivas, implica "penalização" de até 2 valores na avaliação de cada um dos Relatórios (Actividade e Aprendizagens), quer da Equipa de Coaching (média do número de alunos atribuídos) quer do aluno.