Por força da evolução da pandemia estimamos que,
- o 1o trabalho seja remoto online
- o 2o e o 3o trabalhos sejam semi-presenciais.

O link zoom para as aulas remotas de Laboratório é,
https://videoconf-colibri.zoom.us/j/89990517446

As aulas de dúvidas sobre os laboratórios são online no link zoom e decorrem às 4a-feiras às 16:00, devendo os alunos inscrever-se por email até à véspera.

Atempadamente, dentro de cada turno de até 18 alunos, os alunos devem agrupar-se em em grupos de 3 alunos.Caso o turno não esteja totalmente preenchido, poderá haver um ou dois grupos de 2 alunos. Caso o turno esteja demasiado cheio, poderá haver um grupo de 4 alunos.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

TRABALHO 1- Cada grupo de alunos pode começar a realizar o 1o trabalho "Estudo da Trajetória Parabólica dum Grave", de forma a estar terminado antes de 19 de Abril, início da semana de apresentação dos trabalhos.

Enquanto os laboratórios do IST não passam a presenciais, adotamos para os trabalhos de laboratório remotos o conceito ''Hands On'', ou Mão na Massa, sendo as 
experiências montados com peças e ferramentas usadas correntemente no dia a dia.

Os alunos podem ler o guia na versão pdf,
https://fenix.tecnico.ulisboa.pt/downloadFile/1689468335698453/MO-HandsOn_Parabola_guia_v4.pdf
e preenchê-lo na versão word cujo formulário está pronto a preencher,
https://fenix.tecnico.ulisboa.pt/downloadFile/1689468335698455/MO-HandsOn_Parabola_guia_v4.doc
Se pretenderem aprofundar o conceito e ver exemplos de outros trabalhos, podem também consultar o elemento de estudo, https://fenix.tecnico.ulisboa.pt/downloadFile/1689468335698451/LabHandsOn2020MO.pdf
Nota: cada aluno deverá preparar a sua montagem, e tirar fotos, mas na análise dos dados o grupo pode apenas mostrar os dados de uma única montagem, escolhendo a melhor das três.


Os alunos podem completar diretamente o relatório - preenchido a azul - a partir do ficheiro word.  Se tiverem dúvidas para a montagem experimental, podem colocá-las por email ao professor, ou marcar uma aula de dúvidas.

O horário do respetivo laboratório ficará dedicado aos alunos mostrarem remotamente ao professor a respetiva montagem experimental, discutirem o seu trabalho ou eventuais dúvidas com o professor, e será nesse horário que os alunos deverão enviar o trabalho ao professor por email

Durante a respetiva aula, os alunos devem converter o relatório num ficheiro pdf que enviarão ao professor (podem também se preferirem, desde que tenham uma impressora, imprimir o ficheiro pdf, preenchê-lo manualmente, colando as respetivas fotografias,  e enviar um scan do trabalho ao professor, num único ficheiro pdf).

O nome do ficheiro deve referir o turno, o grupo, e os números dos alunos:
Parabola_turno_grupo_numero1_numero2_numero3.pdf
tendo o assunto do email o mesmo nome, Parabola_turno_grupo_numero1_numero2_numero3.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Quanto aos 2o e 3o trabalhos, estimamos, pelo desenrolar da pandemia, decorrendo fisicamente no laboratório do IST, sendo  semi-presenciais (com dois alunos no laboratório, e um a trabalhar remotamente).

No caso semi-presencial o grupo pode escolher quem ficará a trabalhar remotamente. Obviamente que, se algum aluno tiver um dos sintomas de covid-19, deve ficar em casa e trabalhar remotamente. O aluno que trabalhar remotamente não será penalizado na nota, desde que se empenhe na análise dos dados enquanto os dois colegas no laboratório dedicam-se à medição experimental. Convém que haja dois alunos no laboratório para se apoiarem nas medições.



Os alunos devem preparar com todo o cuidado os laboratórios, pois os respetivos relatórios serão entregues no fim da aula correspondente.

Espera-se que cada aluno gaste cerca de 2h a preparar cada trabalho de laboratório.

Cada aluno deve ler os guias nos ficheiros anexos, saber perfeitamente quais são os objetivos e quais as grandezas físicas que devem medir, e como medi-las. Deve ainda rever ou estudar a matéria respetiva no livro da bibliografia, e facultativamente pode estudar na internet vídeos sobre o fenómeno físico a estudar.

IMPORTANTE:
- No início da aula o professor irá fazer perguntas a cada aluno, e verificar os apontamentos que os alunos tomaram, para entender se os grupos estão bem preparados. Cada grupo de 3 alunos deve trazer 3 apontamos que comprovem que cada um dos alunos realmente entendeu os objetivos do trabalho e preparou o trabalho.

Estes quesitos iniciais contam para 2 pontos / 20 da nota de cada aluno.

- No início da aula os alunos já devem ter preparado o relatório em word, pronto a preencher. bem como um ficheiro em excel preparado para gravar tabelas e produzir gráficos.

- O grupo deve também trazer um computador para realizar o trabalho e comunicar por zoom (ou outra aplicação) com o colega que está em casa.

- O grupo deve também ou tirar fotografias do écran e do relatório, ou trazer uma pen USB drive para copiar dados, ou gráficos, etc do computador do laboratório para o seu computador (estes laboratórios têm computadores antigos, por vezes com sistemas de aquisição de dados mas sem internet).


A agenda dos trabalhos é a seguinte:


TRABALHO 2 -  Massa-mola (estudar o oscilador harmónico, o oscilador amortecido e o oscilador forçado e amortecido) na semana de 10 a14 de Maio
Os alunos podem ler o guia na versão pdf,
https://fenix.tecnico.ulisboa.pt/downloadFile/845043405536279/MO-MovOsc_guia-v6.1_final.pdf
e, para mais facilmente entenderem a aquisição do vídeo e a sua modelização, podem ver o vídeo,
https://fenix.tecnico.ulisboa.pt/downloadFile/282093452092350/Massa-Mola.mp4

O relatório está pronto a preencher na versão word,
https://fenix.tecnico.ulisboa.pt/downloadFile/282093452091880/MO-MovOsc_guia-v6.1_final.doc

Nota: neste trabalho, para além do que é pedido no enunciado, deve:- em 4.1, fazer cinco medições da amplitude e período, uma correspondendo à amplitude máxima, e ainda duas com períodos menores e duas com períodos maiores. Em seguida deverá ajustar a curva da amplitude em função da frequência a uma função quadrática, para determinar o máximo (correspondente ao máximo da curva) com mais precisão.

Até ao fim da aula, cada grupo deverá enviar ao professor, um único ficheiro em pdf, com todas as fotos dos gráficos dos dados experimentais e respetivos ajustes no início do relatório - preenchido a azul - com o nome: MassaMola_turno_grupo_numero1_numero2_numero3.pdf
por email para: bicudo@tecnico.ulisboa.pt
com assunto: MassaMola_turno_grupo_numero1_numero2_numero3


TRABALHO 3 - Corda vibrante (estudar as ondas transversais, as ondas estacionárias e as harmónicas) na semana de 31 de Maio a 04 de Junho

Os alunos podem ler o guia na versão pdf,
https://fenix.tecnico.ulisboa.pt/downloadFile/845043405536277/MO-CorVib_guia-v4.1_final.pdf
e, para mais facilmente entenderem o uso do osciloscópio, do driver e do detetor, podem ver o vídeo,
https://fenix.tecnico.ulisboa.pt/downloadFile/1407993358908633/Corda-Vibrante.mp4

eis ainda um exemplo de vídeo sobre harmónicas em guitarras acústicas,
https://www.youtube.com/watch?v=keZXi6g3qNM

e outro sobre a frequência do som que que conseguimos ouvir,
https://www.youtube.com/watch?v=VxcbppCX6Rk

O relatório está pronto a preencher na versão word,
https://fenix.tecnico.ulisboa.pt/downloadFile/282093452091882/MO-CorVib_guia-v4.1_final.doc

Até ao fim da aula, cada grupo deverá enviar ao professor, um único ficheiro em pdf, com todas a fotos dos dados experimentais e respetivos ajustes no início do relatório, bem como o relatório - preenchido a azul - com o nome: CordaVibrante_turno_grupo_numero1_numero2_numero3.pdf
por email para: bicudo@tecnico.ulisboa.pt
com assunto: CordaVibrante_turno_grupo_numero1_numero2_numero3

               PUBLICAÇÃO DE NOTAS

A parte experimental (incluindo o desempenho na aula, as experiências, o tempo demorado, e a recolha de dados) conta para 50% da nota e a parte de análise dos dados (incluindo a preparação teórica do trabalho, os cálculos, os comentários e respostas a perguntas do enunciado) conta para os restantes 50% da nota.

As falhas mais frequentes (que os alunos ganham em evitar) são as seguintes:
- experiências realizadas com pouco cuidado ou com lentidão,
- omissão de dados experimentais medidos (devem ser todos apresentados em tabelas e gráficos),
- falta de unidades em dados ou resultados ou gráficos,
- omissão de cálculos efetuados (os cálculos todos devem ser apresentados),
- comentários apenas qualitativos,
- não responder ao que é pedido no enunciado,
- erros de contas.

As notas provisórias dos trabalhos dos laboratórios são publicadas num dos ficheiros anexos, assim que possível; no entanto tendo a 1a série sido interrompida, as notas só serão publicadas quando esta série for completada.

Quem tenha realizado os laboratórios em anos anteriores não deve repeti-los este ano. Quanto antes, deve comunicar a informação respetiva ao professor.
As notas de anos anteriores são aqui publicadas num dos ficheiros anexos, assim que possível.

Attachments