Métodos de Avaliação

A avaliação de conhecimentos consiste em dois testes e um exame. O primeiro teste realiza-se a 9 de Abril de 2016 e o segundo a 6 de Junho de 2016. No exame, de 27 de Junho de 2016, os alunos podem, se o pretenderem, melhorar a classificação de um dos testes, durante a primeira hora e meia. A este exame podem comparecer todos os alunos que não tenham tido aprovação na disciplina ou que pretendam melhorar a classificação obtida.

Nas aulas práticas existe ao longo do semestre uma avaliação facultativa. Essa avaliação será realizada em 4 aulas práticas ao longo do semestre de acordo com a seguinte tabela

Números reais. Sucessões.

(Exerc.  1-4ªsemana)

Continuidade e diferenciabilidade de funções reais.

(Exerc.  2-7ªsemana)

Cálculo integral.

(Exerc.  3-10ªsemana)

Séries.

(Exerc.  4-13ªsemana)

 

Classificação mínima a obter nos exercícios das aulas práticas (*)

Média Testes/Exame

 

Classificação final

CCCD

9,0-9,4

 

10

CCCC

8,5-8,9

 

10

CCBB

8,0-8,4

 

10

 

 

 

 

BBCC

10,0-10,4

 

11

ABCC ou BBBC

11,0-11,4

 

12

AACC, BBBB ou BBAC

12,0-12,4

 

13

BBBA ou BAAC

13,0-13,4

 

14

AABB ou AAAC

14,0-14,4

 

15

AAAB

15,0-15,4

 

16

AAAA

16,0-16,4

 

17

 

 (*) A- Muito Bom; B- Bom; C- Satisfaz; D- Não Satisfaz.

 

 

As classificações superiores ou iguais a 17 valores nos Testes/Exame não serão influenciadas pela avaliação das aulas práticas. A classificação das aulas práticas só influenciará a classificação final caso melhore a classificação obtida nos Testes/Exame.

Os alunos com classificação final superior a 17 valores podem ser convocados para se apresentar a exame oral. A não realização deste exame oral limita a classificação máxima a 17 valores.