Programa

Ambientes Inteligentes

Mestrado Bolonha em Engenharia e Gestão da Energia

Mestrado Bolonha em Engenharia Informática e de Computadores - Alameda

Mestrado Bolonha em Engenharia Informática e de Computadores - Taguspark

Programa

1. Introdução: O que são Ambientes Inteligentes. Dos ambientes evoluídos actuais para os ambientes inteligentes: smart cities, saúde e vida assistida, smart dust. Componentes e tecnologias dos ambientes inteligentes: sensores e actuadores. Tratamento da informação dos sensores. Computação embebida. 2. Detecção, classificação e identificação no contexto dos ambientes inteligentes. Tecnologias de detecção e identificação transversais para objectos e humanos: tagging (visual e por rádio-frequência), reconhecimento de imagem. Localização de objectos e humanos. 3. Edifícios inteligentes: Automação de habitações vs. instalações para serviços. Tipos de requisitos: conforto, energia, segurança. Monitorização e controlo do ambiente em edifícios: tipos de sensores e actuadores. a. Plataformas de automação legadas: X10, KNX, LonWorks. Plataformas baseadas em standards IP: Building Automation and Control Network (BACnet), Open Building Information Exchange (oBIX). Plataformas integradas: Apple iHome. b. Gestão de instalações (facility management): ambiente, energia, segurança (safety and security). Smart Grid. 4. Cidades inteligentes (Smart cities): Características do ambiente urbano – serviços, mobilidade / acessibilidades, ambiente, energia. a. Sistemas inteligentes de mobilidade: Modos de transporte públicos, requisitos de acesso aos serviços (identificação, bilhética electrónica), tipos de serviços – regulares vs flexíveis (à medida). b. Sistemas inteligentes de transportes (ITS – Intelligent Transportation Systems): Plataformas tecnológicas legadas – detecção, classificação e identificação de veículos, gestão de tráfego. c. Padrões de mobilidade: captura (explícita, implícita e crowd-sourced). d. Arquitectura dos sistemas computacionais num veículo: segmentação funcional de sistemas de condução, segurança e conforto; automotive buses. Plataformas de integração aplicacional (EBSF). e. Veículos autónomos e interligados (connected): interacção entre veículos (V2V) e com a estrada (V2I – vehicle to infrastructure); comunicações veiculares; modelo de dados para interoperação SAE J2735. 5. Indústria e Logística: ambientes da produção e da cadeia de distribuição de bens. A fábrica reactiva e reconfigurável (Indústria 4.0). 6. Gestão da cadeia de distribuição a. Identificação de produtos - código de barras e electrónicos (tags) – e de unidades agregadoras; arquitectura global EPC (Electronic Product Code). b. Infraestruturas da cadeia de distruição: armazens inteligentes, lojas inteligentes, gestão da distribuição e transportes de bens. c. Internet of Things (IoT). 7. Vida Assistida: Biossensores e wearables; vestuário e têxteis inteligentes. Monitorização de sinais vitais e suporte de vida. Assistência remota a grupos de risco (forças de segurança, idosos, deficientes). 8. Outros domínios aplicacionais: monitorização de estruturas, materiais inteligentes; monitorização de recursos naturais e ambiental; agricultura inteligente.