Recomendações para a realização de avaliações remotas

Tendo em conta a necessidade de nos adaptarmos à nova realidade académica, surge a necessidade de garantir que temos alguns pormenores salvaguardados. A possibilidade de falhas de rede de internet, algum problema de submissão de documentos ou até dificuldade em realizar login no Fénix, são assuntos que passam na nossa cabeça quando pensamos em avaliação remota.

Assim sendo, serve o presente texto para recordar algumas medidas preditivas que podemos realizar, com o intuito de ganhar um pouco mais de confiança, até nas condições do nosso domicílio, para iniciar uma avaliação on-line.

O que fazer antes de qualquer avaliação remota

  • Routers e amplificadores de sinal

Devemos garantir que estes aparelhos não iniciam as atualizações no momento menos oportuno. Sugerimos que realizem verificações do software dos aparelhos, garantindo que estes não causam surpresas. Também é aconselhável a verificação de possíveis atualizações do vosso computador pessoal;

  • Wi-fi ou cabo de rede

É preferível que utilizem cabo de rede durante a realização da avaliação. Caso não seja possível, ou não seja o mais prático, sugerimos que apelem ao vosso agregado familiar/companheiros de casa, que desliguem aparelhos que estejam a utilizar a rede wi-fi.

  • Material necessário à avaliação em causa

Mediante as indicações e requisitos da cadeira em questão, é pertinente certificar, à priori, que todas as componentes necessárias à realização da prova estão ao alcance do aluno. Recomenda-se, fortemente, a verificação das instruções dadas pelo docente bem como um domínio técnico da plataforma onde será realizada a avaliação.

  • Condições favoráveis

Face ao novo contexto remoto, poderá ser benéfico para alguns alunos tentar aproximar as condições da avaliação presencial, nomeadamente, um ambiente calmo e sem perturbações externas. Assim, para que a falta de concentração não seja um fator penalizante para o aluno, recomendamos que optem por uma divisão que mais se adeque às condições ideais de uma situação de prova de avaliação.

O que fazer durante a realização da avaliação remota

É imprescindível cumprir com rigor as indicações que cada docente faça relativamente à sua avaliação. Os diversos procedimentos sugeridos, os tempos de login na plataforma escolhida ou prazos de submissão são importantes para que não ocorram problemas durante a avaliação. Mas iremos salientar alguns pormenores que consideramos relevantes:

  • Cumprir horários

Tal como em qualquer avaliação presencial, a pontualidade é primordial para que a prova se inicie no horário estipulado. Numa avaliação remota, ser-se pontual pode ser a diferença entre iniciar a prova a horas ou não, pelo simples facto de o servidor estar lento na autenticação do nosso login. Sugerimos que, sempre que possível na plataforma a utilizar, certifiquem-se que realizam login atempadamente.

Igualmente na submissão dos documentos solicitados, não devemos submeter nos últimos momentos de duração da prova. Para salvaguardar sobrecarga na rede, aconselhamos que terminem a vossa prova com alguma margem de segurança para dissipar inconvenientes.

  • Compromisso de honra

Uma das questões mais discutidas durante qualquer avaliação remota é a conduta ética. Sendo assim, apelamos à consciência de cada um para que, tal como em qualquer avaliação presencial, tenham o cuidado de serem justos convosco próprios, com os vossos colegas e com quem vos avalia.

Durante a realização da avaliação, caso indicações específicas em contrário, devem avisar o docente, por e-mail, que pretendem desistir. Assim, poderão sair da plataforma em que estão a realizar a prova sem que o docente considere que tiveram algum problema de ligação.

Caso tenham problemas técnicos durante a prova, deverão contactar o docente o mais breve possível (chat Zoom ou email) identificando a situação e enviar prova do acontecimento (fotografia, imagem, etc).

  • Clareza de respostas

Sendo que o contacto aluno-docente não é muito facilitado neste contexto, é recomendado que o aluno seja claro nas tarefas que realiza para que a ambiguidade não seja prejudicial. Neste novo formato é crucial o cuidado nas respostas dadas pelos alunos.