Anúncios

Provas de Mestrado

15 Setembro 2021, 19:14 - Dulce Elisabete Bornes Teixeira Pereira Simão

Prova de Mestrado em Engenharia Química via zoom:

https://videoconf-colibri.zoom.us/j/82702437813?pwd=M1cwUkdjWm11aTlpYk9BZjNUSkY3QT09



Prova de Mestrado em Engenharia Química via zoom:https://videoconf-colibri.zoom.us/j/5927056706



Prova de Mestrado em Engenharia Química via zoom:https://videoconf-colibri.zoom.us/j/6712285808



Prova de Mestrado em Engenharia Química via zoom:https://videoconf-colibri.zoom.us/j/6712285808



Prova de Mestrado em Engenharia Química via zoom:
https://videoconf-colibri.zoom.us/j/87119612958


Prova de Mestrado

26 Julho 2021, 15:26 - Dulce Elisabete Bornes Teixeira Pereira Simão

Prova de Mestrado em Engenharia Química via zoom:
https://videoconf-colibri.zoom.us/j/89511285807?pwd=eHJPdXNGa1RZdFlyclJ2aXZsVDZpZz09

ID da reunião: 895 1128 5807 
Senha de acesso: 29051


Prova de Mestrado em Engenharia Química via zoom:
https://videoconf-colibri.zoom.us/j/89899823532


Novos docentes

23 Julho 2021, 19:08 - Dulce Elisabete Bornes Teixeira Pereira Simão

Isabel Correia é uma das mais recentes docentes do DEQ, dedicando-se a este desafio vindo da investigação no Centro de Química Estrutural (CQE). Licenciou-se em Engenharia Química (IST, 1997), doutorou-se em Química (IST, 2003) e realizou pós-doutoramento na TUDelft (Holanda, 2004), no CQE (2004-2007) e no Imperial College (Reino Unido, 2007-2008), antes de ser contratada pelo CQE como investigadora, onde exerceu funções de 2008 a 2021.Os seus interesses de investigação incidem na química bioinorgânica e medicinal e irá ser integrada na docência nas áreas de Síntese, estrutura molecular e análise química. Nos últimos anos tem-se dedicado ao desenvolvimento de novos metalofármacos para o tratamento do cancro e de doenças infecciosas, focando-se na sua especiação em meios biológicos, e nas interações com biomoléculas, tais como proteínas. O seu mais recente projeto financiado pela FCT envolve o desenvolvimento de nanopartículas para entrega seletiva de metalofármacos para o tratamento do melanoma maligno."A nova posição como Professora Auxiliar irá permitir-me contribuir para o sucesso dos novos desafios colocados ao Técnico, nomeadamente a implementação do novo modelo de ensino", declarou Isabel Correia ao assinar o contrato com o Instituto Superior Técnico.



Ana Cristina da Silva Fernandes é uma das mais recentes docentes do DEQ, dedicando-se a este desafio vindo da investigação do Centro de Química Estrutural/Instituto Superior Técnico/Universidade de Lisboa. 
Os seus interesses de investigação têm sido no desenvolvimento de novas metodologias para a conversão de recursos da biomassa em compostos de valor acrescentado e irá ser integrada na docência nas áreas de síntese, estrutura molecular e análise química. "Espero contribuir para a formação e sucesso dos alunos do IST e para o reconhecimento internacional desta Instituição”, declarou Ana Cristina Fernandes ao assinar o contrato com o Instituto Superior Técnico.

Docentes promovidos

Moisés Luzia Pinto é um dos mais recentes docentes promovidos a professor Associado do DEQ, continuando este desafio em simultâneo com a sua investigação no Centro de Recursos Naturais e Ambiente, no IST da UL.

Os seus interesses de investigação têm sido em materiais adsorventes para aplicação em processos de separação, purificação e armazenamento de gases, e irá ser integrado na docência nas áreas de processos e projeto. Ao longo da sua carreira, já publicou sobre este tema mais de 79 artigos em revistas internacionais e coordena atualmente vários projetos de investigação nacionais e europeus, no CERENA, nesta área de investigação.

"Espero estar à altura desta nova etapa, num momento tão desafiante para toda a escola, e poder contribuir para o sucesso do departamento e do IST", declarou Moisés Pinto ao assinar o contrato com o Instituto Superior Técnico.



João Salvador Fernandes é um dos mais recentes docentes promovidos a professor Associado na Área de Química-Física, Materiais e Nanociências do DEQ, continuando este desafio em simultâneo com a sua investigação no grupo 7 (Corrosion Science and Surface Engineering) do Centro de Química Estrutural, no IST da UL.

Os seus interesses de investigação situam-se no domínio da corrosão e das técnicas eletroquímicas, com especial destaque para a espectroscopia de impedância eletroquímica, mas também a combinação de técnicas espectroscópicas e eletroquímicas com vista ao estudo da corrosão e dos mecanismos de inibição da corrosão. Os seus principais objetivos são o estudo e desenvolvimento de materiais ou revestimentos resistentes à corrosão, desde as ligas de alumínio para a indústria aeronáutica até aos biomateriais metálicos, bem como o desenvolvimento de sensores de corrosão para aviões e para aplicações biomédicas.
" Espero que esta promoção possa alavancar os esforços de arranque de novos projetos, em especial os relacionados com a degradação de sistemas de energia limpa, como as baterias de iões lítio.", declarou João Salvador Fernandes  ao assinar o contrato com o Instituto Superior Técnico.



Luís Santos, é um dos mais recentes docentes promovidos a professor Associado na Área de Química-Física, Materiais e Nanociências do DEQ, tem como interesses de ensino a área de Materiais, desenvolvendo investigação no desenvolvimento, síntese e caracterização de materiais vítreos e de vidros cerâmicos dopados com terras raras, filmes finos dopados com terras raras para aplicações em fotónica, caraterização térmica, óptica e estrutural (DSC, Espectroscopia IV, Raman e elipsometria, fotoluminescência, tempos de vida) de vidros, vidros-cerâmicos e filmes finos dopados com terras raras e aplicações da espectroscopia Raman à área Médica e à área de Arte e Restauro.




Henrique A. Matos é um dos mais recentes docentes promovidos a professor catedrático do DEQ, continuando este desafio em simultâneo com a sua investigação no Centro de Recursos Naturais e Ambiente, no Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa.

Os seus interesses de investigação têm sido em Análise de Sustentabilidade e Integração de Processos Industriais (mássica e energética), Otimização de Processos, Formação de Partículas utilizando Fluidos Supercríticos, e leciona várias unidades curriculares docente nas áreas de Engenharia de Processos e Projeto. Ao longo da sua carreira, já publicou sobre este temas mais de 138 artigos em revistas internacionais, tendo orientado mais de 12 alunos de doutoramento e coordena atualmente projetos de investigação nacionais e europeus, no CERENA, nesta área de investigação. Atualmente é vice-presidente do DEQ para os assuntos académicos, coordenador da licenciatura e do mestrado em Engenharia Química e coordenador da área científica de Engenharia de Processos e Projeto do DEQ.

"A minha contribuição para o IST, onde entrei há exatamente 40 anos, será sempre baseada no lema do meu grupo/laboratório: Faz-te notar pelas soluções que apresentas e não pelos problemas que crias", declarou Henrique Matos ao assinar o contrato com o Instituto Superior Técnico.



Ex-aluno premiado

22 Julho 2021, 13:30 - Dulce Elisabete Bornes Teixeira Pereira Simão

O ex-aluno de Eng. Química do DEQ, Lino Dias, viu o seu projeto Better Life Farming (BLF) - Bayer's multi-stakeholder global model ser premiado pela UNECE, United Nations Economic Cooperation and Integrations. Iniciou a sua carreira na Bayer em 2003 e em 2012 ganhou o prémio Bayer LIFE de eficiência, a distinção mais importante da Bayer, que abrange o grupo inteiro em todo o mundo.



Prova de Mestrado

14 Julho 2021, 17:48 - Dulce Elisabete Bornes Teixeira Pereira Simão

Prova de Mestrado em Engenharia Química via zoom:

https://videoconf-colibri.zoom.us/j/81451497525?pwd=VnJQcFZiL1luRUNKQlptdmpZcVQ5QT09
Password: 815863