Dissertação

{pt_PT=Metodologias para apoio ao planeamento estratégico de recursos humanos no setor da saúde} {} EVALUATED

{pt=O planeamento estratégico de recursos humanos na saúde (RHS) é um problema complexo, com múltiplos objetivos e uma variedade de condicionantes. Trata-se de determinar o número adequado de profissionais, com as competências certas, no lugar e à hora certa. Para responder a este desafio, é necessário um fornecimento contínuo de recursos humanos especializados. Esta tese tem como objetivo o desenvolvimento de métodos genéricos de apoio ao planeamento estratégico da formação de RHS que determinam o número ótimo de médicos a formar, e aplica-os ao contexto português. Dois modelos de programação matemática alternativos determinísticos, multi-período e mono-objetivo são propostos para definir o número ótimo de alunos a admitir no curso de medicina, e o número ótimo de vagas a abrir em cada uma das 42 especialidades médicas. Ambos minimizam o gap entre a oferta e a procura de médicos ao longo do período de planeamento. No entanto, apesar de ambos os modelos propostos serem mono-objetivo, as funções objetivo consideradas encapsulam múltiplos objetivos que refletem as preocupações de diferentes stakeholders. É realizada uma análise de sensibilidade para explorar o impacto de diferentes fontes de incerteza. Os resultados mostram que é necessário reajustar o número de vagas a abrir em cada especialidade médica. Verifica-se também que as fontes de incerteza têm um impacto significativo no planeamento, sendo necessária a extensão dos modelos determinísticos à formulação estocástica., en=Strategic health-care workforce planning is a complex task, which must consider multiple objectives, as at the same time deals with a range of rules and restrictions. The problem is to assess and establish the right number of professionals, with the right skills in the right place at the right time. In order to accomplish that it is necessary a continuous supply of specially trained human resources. This study aims at developing generic planning methods that determine the optimal number of physicians to train, and applies those methods to the Portuguese physicians’ education. Two alternative deterministic, multi-period and mono-objective models are proposed that set the optimal number of students to admit in the medicine course, and the optimal number of vacancies to open in each of the 42 medical specialties. Both methods minimize the gap between the supply and demand of physicians in the planning horizon. Although these models are mono-objective, are considered multiple objectives of different stakeholders. A sensibility analysis is made to understand the impact of the uncertain parameters. Results show that is necessary a readjustment of the vacancies to be open in each of the medical specialties in Portugal. Moreover, the uncertain parameters have an impact on the results, so an extension to stochastic programming must be considered. }
{pt=Apoio à decisão, otimização, planeamento estratégico, planeamento de recursos humanos na saúde, formação, Portugal., en=Decision analysis, optimization, strategic planning, health-care workforce planning, training, Portugal.}

Novembro 29, 2016, 16:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Paulo Jorge de Morais Zamith Nicola

Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa

Especialista

ORIENTADOR

Teresa Sofia Sardinha Cardoso de Gomes Grilo

Departamento de Engenharia e Gestão (DEG)

Prof Auxiliar Convidado