Dissertação

{pt_PT=Gestão e Valorização de Equipamento de Proteção em Meio Hospitalar} {} EVALUATED

{pt=Neste estudo estimou-se que em Portugal Continental doentes e profissionais de saúde utilizam anualmente cerca de 8 milhões de batas hospitalares descartáveis (BHD), i.e., cerca de 688 t de tecido não tecido (TNT) composto essencialmente por polipropileno (PP). Após utilização são eliminadas como resíduo hospitalar (RH) do Grupo II ou III. Tendo em conta a hierarquia de gestão de resíduos na economia circular procedeu-se à pesquisa bibliográfica sobre opções de valorização mais eficazes para TNT. Em hospitais públicos e privados recolheu-se informação que permitisse a previsão do consumo de BHD a nível nacional e uma análise preliminar da sustentabilidade técnico-económica e ambiental de diversas opções de gestão deste RH. O conteúdo energético de BHD foi determinado laboratorialmente. Soluções como redução do volume de resíduos produzido, a substituição por batas reutilizáveis de baixo impacto ambiental, processos de valorização como a reciclagem mecânica e química e a valorização energética foram consideradas. As opções mais viáveis e, também, implementadas com sucesso noutros locais apontam para: (1) a substituição por batas com um período de reutilização de 2 anos, com um custo aproximado de 0,55€/utilização, semelhante ao custo de uma bata descartável, e menor impacto ambiental; (2) a reciclagem mecânica em unidade dedicada podendo incluir TNT utilizado noutros equipamentos de proteção hospitalar, permitindo a reutilização do PP, contribuindo para a economia circular do material com um valor de mercado atual de ca. de 250 €/t e um período de retorno do investimento de 4 anos, no caso do PP em barra. , en=In this study, it is estimated that in Portugal, patients and healthcare professionals use annually approximately 8 million disposable hospital gowns (DHG), i.e. around 688t of nonwoven material, mainly made of polypropylene (PP). After its use, these are eliminated as medical waste (MW) belonging to Group II or III. By taking into account the waste management hierarchy and circular economy, a research was conducted regarding valorization techniques more suited to nonwovens. Information was collected in public and private hospitals in order to predict the consumption of DHG at a national level and a preliminary techno-economic and environmental sustainability analysis of several MW management options was made. Solutions such as reduction of waste produced, substitution by reusable gowns with a lower environmental impact, valorization by mechanical and chemical processes and energy recovery were considered. The average weight and energy content of DHG was determined in laboratory. The most feasible options, also implemented in other locations were found to be: (1) substitution by reusable gowns with a lifetime of around 2 years, with an approximate cost of 0,55 €/use, similar to the cost of a disposable gown, and with a lower environmental impact; (2) mechanical recycling, which can also include nonwovens from other medical protection equipments, promoting the reuse of PP and contributing to a circular economy of the material, with a market value of around 250€/t and a payback time of 4 years, in the case of PP in blocks.}
{pt=Batas Hospitalares, Gestão de Resíduos, Polipropileno, Resíduos Hospitalares, Tecido Não Tecido, Valorização, en=Hospital Gowns, Medical Waste, Nonwovens, Polypropylene, Waste Management, Waste Recovery}

Novembro 23, 2016, 14:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Susete Maria Martins Dias

Departamento de Bioengenharia (DBE)

Professor Auxiliar