Dissertação

{pt_PT=Avaliação da exposição de crianças a matéria particulada em ambiente urbano} {} EVALUATED

{pt=O material particulado (PM) tem impactes adversos na saúde humana. As crianças são um grupo suscetível, por respirarem maiores volumes de ar em relação aos pesos corporais e os seus órgãos ainda estarem em desenvolvimento. Este estudo tem como objetivo quantificar a exposição diária e dose inalada das crianças a PM. Nove crianças de Lisboa transportaram equipamentos durante 3 dias de forma a quantificar a concentração de PM2.5 e de carbono negro (BC). As crianças despenderam mais de 80% do tempo em ambientes interiores, especialmente em casa e na sala de aula. A exposição depende do microambiente frequentado e das atividades realizadas. As concentrações de PM2.5 variaram entre 12 – 28 μg/m3. A análise temporal da concentração de BC mostrou picos elevados em parques de estacionamento subterrâneos, enquanto velas estão acesas e quando são feitos grelhados no carvão. A exposição e a dose inalada média diária ao BC foram igual a 1.3 μg/m3 e 15 μg, respetivamente. A casa foi o microambiente que mais contribuiu para a exposição (39%) e dose inalada (28%) devido a grande parte do tempo ter sido despendido em casa (55%). O transporte representou 5.0% do tempo diário, no entanto teve uma contribuição significativa para a exposição (21%) e para a dose inalada (23%) devido à elevada concentração de BC (5.1 μg/m3) a que as crianças estiveram expostas. Este estudo pode ser usado para ajudar a priorizar metas para minimizar a exposição das crianças ao PM e para indicar medidas de estratégias de controlo. , en=The particulate matter (PM) has adverse impacts on human health. Children are considered a susceptible group since they breathe high volumes of air relative to their body weights and their tissues and organs are growing. The main objective of this study is to quantify the children’s daily exposure to PM and the respective inhaled dose. Nine children from Lisbon carried equipment along three days in order to quantify the PM2.5 and black carbon (BC) concentrations. The children spent more than 80% of their time indoors, especially at home and in the classroom. The exposure depends on the microenvironment frequented and the activities performed. The PM2.5 concentrations varied between 12 - 28 µg/m3. Time series analysis of the BC concentrations showed high peaks in underground parking lots, when candles are burning and during charcoal grills. The mean daily exposure and the inhaled dose were equal to 1.3 μg/m3 and 15 μg, respectively. Home was the microenvironment that mostly contributed to the daily BC exposure (39%) and inhaled dose (28%) thanks to the large amount of time spent there (55%). Transportation accounted for 5.0% of daily time however, children received intense exposure (21%) and inhaled dose (23%) due to the high BC concentration (5.1 μg/m3) in which the children were exposed. This study may be used to help prioritize targets for minimizing children's exposure to PM and to indicate outcomes of control strategies. }
{pt=Crianças, Padrão atividade-tempo, PM2.5, Carbono negro, Exposição pessoal, Dose inalada., en=Children, Time-activity pattern, PM2.5, Black carbon, Personal exposure, Inhaled dose.}

Novembro 19, 2018, 14:30

Orientação

ORIENTADOR

Susana Marta Lopes Almeida

Tecnologias Nucleares e Protecção Radiológica (TNPR)

Investigador Auxiliar

ORIENTADOR

Vânia Isabel Ferreira Martins

Centro de Ciencias e Tecnologias Nucleares (C2TN)