Dissertação

{en_GB=SleepData - Sleep disorders clinical platform: Delayed sleep phase disorder} {} EVALUATED

{pt=Esta dissertação apresenta o design e desenvolvimento do SleepData, uma nova plataforma de informação para a gestão de dados clínicos de distúrbios do sono. A plataforma integra dados de múltiplas fontes produzidas por uma diversidade de dispositivos de monitorização e testes laboratoriais. O SleepData fornece ferramentas para análise estatística e ferramentas de suporte ao diagnóstico, especialmente concebidas para estudar pacientes com síndrome do atraso das fases do sono (SAFS) e insónia. A plataforma foi projetada para cumprir os princípios de dados FAIR para gestão de dados científicos, adotando o FHIR, um standard para a troca de informações de saúde, e o SNOMED CT e o LOINC, duas nomenclaturas médicas. Os dados estão protegidos em conformidade com as recomendações da Comissão Nacional de Protecção de Dados. Um estudo inicial sobre doentes com SAFS, com base nos dados de uma clínica de ponta integrados no SleepData, mostra que esta população apresenta um atraso das fases do sono de 1-4 horas, diversas comorbidades e fatores de stress comuns. Os resultados apontam para a hipótese das causas da SAFS neste conjunto de pacientes serem comportamentais e não fisiológicas, uma vez que o atraso das fases do sono é reduzido quando os doentes se encontram em ambientes com estímulos reduzidos. Além disso, os resultados do início da produção de melatonina em luz difusa, um marcador conhecido para SAFS, não são consistentes com a síndrome., en=This dissertation presents the design and development of SleepData, a new information platform for managing clinical information on sleep disorders. The platform can integrate data from multiple sources produced by a diversity of monitoring devices and lab tests. SleepData provides tools for statistical analysis and diagnostic support tools specially designed to study patients with delayed sleep phase disorder (DSPD) and insomnia. The platform is designed to comply with the FAIR data principles for scientific data management, adopting FHIR, a standard for healthcare information exchange, and SNOMED CT and LOINC, two medical nomenclatures. Information is secured in compliance with the Portuguese Data Protection Authority recommendations. An initial study of patients with DSPD, based on data integrated into SleepData from a state of the art clinic, shows that this population presents a delay in phase of 1-4 hours, several comorbidities and common stress factors. The results point to the causes for DSPD in this set of patients being behavioural rather than physiological, as the delay is reduced when the surroundings have reduced stimuli. Additionally, the results of dim-light melatonin onset, a know marker for DSPD, are not consistent with the disorder.}
{pt=Base de dados clínicos do sono, Sistemas de informação clínica, Síndrome do atraso das fases do sono, en=Clinical sleep database, Clinical information systems, Delayed sleep phase disorder}

Novembro 20, 2017, 14:0

Orientação

ORIENTADOR

Bruno Emanuel Da Graça Martins

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

Mário Jorge Costa Gaspar da Silva

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Professor Catedrático