Dissertação

{en_GB=MAGIC: Manipulating Avatars and Gestures to Improve Remote Collaboration} {} EVALUATED

{pt=O trabalho remoto desempenha um papel fundamental em projetos nos quais pessoas geograficamente separadas necessitam de realizar tarefas conjuntas. Além de economizar tempo e recursos, poder colaborar remotamente é útil em situações em que o confinamento é necessário. Sistemas de telepresença frente a frente promovem a sensação de presença e melhoram a colaboração, permitindo a compreensão imediata de sinais não verbais. No entanto, aquando da discussão de conteúdo 3D frente-a-frente, ter diferentes pontos de vista e oclusões de partes do modelo levantam ambiguidades na análise, diminuindo a consciência do espaço de trabalho. Nesta dissertação, apresentamos o MAGIC, uma nova abordagem de telepresença que melhora a colaboração remota em espaços de trabalho 3D. O MAGIC permite aos colaboradores usar sinais não verbais enquanto partilham a mesma perspetiva do espaço de trabalho, integrando-o com os espaços da pessoa e de referência de forma contínua. Para permitir uma disposição frente a frente com partilha de perspetiva, manipulamos a representação do colaborador remoto para que os seus gestos façam sentido no ambiente local. Para avaliar a abordagem, desenvolvemos um protótipo em Realidade Virtual que combina os espaços virtuais de dois colaboradores remotos para que possam trabalhar juntos na mesma mesa. Capturamos a posição das mãos e da cabeça dos colaboradores e usamo-las para animar avatares com cinemática inversa. Resultados de uma sessão de avaliação sugerem que o MAGIC é eficaz em melhorar o desempenho de tarefas e aumentar a consciência do espaço. Adicionalmente, as manipulações melhoraram a sensação de presença entre colaboradores, mantendo-se imperceptíveis., en=Remote work plays an essential role in projects in which geographically separated people need to perform joint tasks. Apart from saving time and resources, collaborating remotely is helpful in situations when confinement is required. Life-sized face-to-face telepresence promotes the sense of "being there" and improves collaboration by allowing an immediate understanding of nonverbal cues. However, when discussing shared 3D content in a face-to-face setting, having different points-of-view of the model paired with occlusions raises ambiguities in analysis, decreasing workspace awareness. In this dissertation, we introduce MAGIC, a novel telepresence approach that improves remote collaboration in shared 3D workspaces by allowing participants to communicate through nonverbal cues while sharing the same workspace perspective, integrating task-, person-, and reference-space seamlessly. To enable a face-to-face setting with shared perspective, we manipulate the remote participant's representations and gestures so that they correctly apply to the local person's reference space. To evaluate our approach, we developed a Virtual Reality prototype that combines the virtual spaces of two remote collaborators so that they can work together in the same worktable. We capture the collaborators' hands and head positions in real-time and use them to animate fully rigged avatars through inverse kinematics. Results from a user evaluation suggest that MAGIC is effective in improving task performance and increasing workspace awareness. Furthermore, manipulations improved the sense of presence between remote collaborators despite being unnoticed.}
{pt=Colaboração Remota, Consciência do Espaço de Trabalho, Comunicação Não Verbal, Manipulação de Percepção, Realidade Virtual., en=Remote Collaboration, Workspace Awareness, Nonverbal Communication, Perception Manipulation, Virtual Reality.}

Outubro 19, 2020, 11:0

Orientação

ORIENTADOR

António Maurício Lança Tavares de Sousa

Computer Science Department, Universidade de Toronto, Ontario, Canada

HCI researcher

ORIENTADOR

Joaquim Armando Pires Jorge

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Professor Catedrático