Dissertação

{pt_PT=Urban logistics operations using electric mobility: Case study in Lisbon, Portugal} {} EVALUATED

{pt=O Transporte rodoviário é um dos principais responsáveis pelo crescente consumo energético e de emissões. O objectivo deste trabalho é a avaliação da viabilidade da substituição de veículos convencionais (ICEV) por veículos eléctricos (EV) em operações de distribuição urbana em Lisboa. Monitorização em estrada é utilizado para adquirir dados segundo-a-segundo e analisar a utilização do ICEV (Renault Kangoo dCi) e EV (Renault Kangoo Z.E.) em 2 casos estudo com diferentes padrões de mobilidade. Nos carregamentos do EV, dados minuto-a-minuto são recolhidos e os diferentes perfis analisados. A metodologia Vehicle Specific Power (VSP) é aplicada para estudar o consumo de combustível e emissões de CO2 e NOx conforme a potência exigida do ICEV, também adaptada para analisar o consumo energético do EV. Uma análise do poço às rodas (Well-to-Wheel, WTW) compara consumo energético e emissões de CO2 dos veículos. Os padrões de mobilidade mantêm-se com a mudança para EV, havendo disponibilidade suficiente de autonomia e carregamento. A autonomia do EV é 82 km e 107 km nos 2 cases. No ICEV, emissões de CO2 são 330 g/km e de NOx 529 mg/km. A utilização de EV traz descidas no consumo energético (66% e 73%) e emissões de CO2 (75% e 80%). Análise de eventos específicos mostram padrões semelhantes, tendo o EV velocidades mais baixas, mantendo aceleração e VSP, reduzindo consumo energético: via rápida 67.3%; semáforos 62.3%; rotundas 58.6%; subida íngreme 59.8%; e descida íngreme 158.3%. Nos parâmetros analisados, o EV demonstra ser uma alternativa superior para operações de distribuição urbana., en=Road transportation is a major contributor to the world’s increasing energy consumption and emissions. The objective of this work is to assess the viability of substituting internal combustion engine vehicles (ICEV) with electric vehicles (EV) for urban freight distribution operations in Lisbon, Portugal. On-board monitoring is used to gather second-by-second data to analyse real-world use of EV (Renault Kangoo Z.E.) and ICEV (Renault Kangoo dCi) in two urban freight distribution cases with distinct mobility patterns. During EV recharging, minute-by-minute data is obtained and charging profiles analysed. The Vehicle Specific Power (VSP) methodology is applied to study ICEV fuel consumption, CO2 and NOx emissions according to the power demand, also adapted to analyse EV energy consumption. A Well-To-Wheel (WTW) analysis compares overall energy consumption and CO2 emissions of both vehicles. Mobility patterns are maintained when switching to EV, having sufficient range and charging availability. Actual EV range is 82 km and 107 km in each case. Estimated ICEV CO2 emissions average 330 g/km and NOx emissions average 529 mg/km. WTW analysis show EV use substantially decreases energy consumption (66% and 73%) and CO2 emissions (75% and 80%). Analysis of specific events confirm similar patterns for both vehicles, the EV has lower average speeds and maintains similar acceleration and VSP profiles, reducing energy consumption across all events studied: high-speed road 67.3%; traffic lights 62.3%; roundabouts 58.6%; steep uphill 59.8%; and steep downhill 158.3%. For the analysed parameters, EV is shown to be a superior alternative for urban freight distribution operations.}
{pt=Veículos eléctricos (EV), Monitorização de veículos em estrada, Vehicle Specific Power (VSP), Análise do poço às rodas (WTW), Emissões de CO2, Emissões de NOx, en=Electric vehicles (EV), On-Road vehicle monitoring, Vehicle Specific Power (VSP), Well-to-Wheel (WTW) analysis, CO2 emissions, NOx emissions}

Dezembro 21, 2017, 9:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Patrícia De Carvalho Baptista

Centro de Estudos em Inovação, Tecnologia e Políticas de Desenvolvimento (IN) /DEM-IST

Especialista

ORIENTADOR

Gonçalo Nuno de Oliveira Duarte

Centro de Estudos em Inovação, Tecnologia e Políticas de Desenvolvimento (IN)//DEM-IST

Especialista