Dissertação

{pt_PT=Enformabilidade de tubo de PVC} {} EVALUATED

{pt=Os limites de enformabilidade para chapas encontram-se bem definidos. Uma vez que tubos de parede fina se podem aproximar a chapas com curvatura, este trabalho utilizou os conhecimentos obtidos em chapas com o objetivo de determinar os limites de enformabilidade para tubos de parede fina de PVC, nomeadamente a curva limite de estampagem, a curva limite de fratura e a curva limite de instabilidade. Para a determinação desses limites, foi necessário caracterizar mecanicamente o material, para os quais se realizaram ensaios de tração e compressão. Para a caracterização de pontos da curva limite de estampagem (CLE), realizou-se uma análise aos resultados de ensaios de tração obtidos através da tecnologia de correlação de imagens digitais. Para a determinação da curva limite de fratura (CLF) realizaram-se ensaios de tração, expansão com matriz rígida e expansão com elastómero. Através de análises às geometrias dos provetes de tração e expansão com elastómero antes e após o trabalho experimental foi possível determinar a posição dos pontos da CLF referentes a esses ensaios, contudo não se atingiu a fratura nos ensaios de expansão com matriz rígida. Para a determinação da curva limite de instabilidade, realizaram-se ensaios de instabilidade para diferentes comprimentos do tubo assim como simulações numéricas desses ensaios. A variação do comprimento dos tubos permite obter comportamentos diferentes dos tubos: instabilidade pura, compressão pura ou um fenómeno misto., en=The formability limits for sheets are well defined. Since thin walled tubes can be approximated to sheets with curvature, this work used the current knowledge of sheets with the objective of determining the formability limits of thin walled PVC tubes, namely its forming limit curve, its fracture forming limit line and its wrinkling limit curve. In order to determine those limits, it was necessary to do a mechanical characterization of the material. To do so, tensile and compressive tests were done. An analysis of the results obtained through digital image correlation technology in tensile tests enabled the characterization of points in the forming limit curve (FLC). Tensile tests, expansion tests using a rigid die and expansion tests using a rubber were carried out in order to determine the fracture forming limit line (FFL). Through a comparison of the shape of the tubes before and after its fracture, it was possible to determine the position of the FFL points concerning tensile tests and expansion tests using a rubber. However, it was not possible to do so in expansion tests using a rigid die since fracture was not achieved in these tests. To determine the wrinkling limit curve, experimental instability tests as well as numerical simulations were conducted for different tube lengths. This length variation allowed for different tube behaviors: pure instability, pure compression or a mixed behavior.}
{pt=Enformabilidade, PVC, Instabilidade, Fratura, Tubos, Estricção, en=Formability, PVC, Wrinkling, Fracture, Tubes, Necking}

Junho 26, 2018, 14:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Paulo António Firme Martins

Departamento de Engenharia Mecânica (DEM)

Professor Catedrático

ORIENTADOR

Maria Beatriz Cipriano de Jesus Silva

Departamento de Engenharia Mecânica (DEM)

Professor Auxiliar