Dissertação

{pt_PT=Monitorização da linha de costa no Árctico canadiano por detecção remota - Detecção e extracção da linha de costa do mar de Beaufort, Yukon, a partir de imagens dos satélites Landsat} {} EVALUATED

{pt=A detecção e quantificação do comportamento das linhas de costa é importante para melhor perceber os processos envolvidos nas suas alterações multitemporais e conseguir de forma mais correcta prever cenários futuros e possíveis consequências ambientais. Os procedimentos tradicionais utilizados para delinear a linha de costa impedem a quantificação inter- e intra-anual ao longo de extensas linhas de costa, nomeadamente do Árctico canadiano, onde nas últimas décadas se têm registado os maiores níveis de erosão costeira. Para ultrapassar esse problema é apresentada uma metodologia de detecção e extracção automática da linha de costa. O método é aplicado na costa de Yukon no Canadá com uma base de dados de imagens dos satélites Landsat recolhida no período entre 1986 e 2017. Com a aplicação desta metodologia conseguiram-se obter resultados concordantes com os resultados da literatura obtidos por métodos não automáticos em alguns poucos locais, mas para toda a extensão da linha de costa de cerca de 200 km. Para além disso foi possível desenvolver um indicador (IMA – Interannual Movement Analysis) que expressa o comportamento da costa entre os menores períodos temporais disponíveis, no melhor dos casos anualmente., en=The detection and quantification of the changes on coastlines is very important to better understand the processes involved in its multitemporal modification and consequently better predict future behaviors and derived environmental impacts. The common manual procedures used for delineations prevent detailed inter- and intra-annual quantifications along extended coastlines, namely in the Canadian Arctic, where in the last decades have been detected the highest coastal erosion levels. To overcome this issue, a methodology to automatically detect and extract coastlines on satellite imagery is presented. The evaluation of this approach is performed along the whole extension of the Yukon coast in the Canadian Arctic with a dataset constituted by satellite images acquired between 1986 and 2017. This methodology achieved similar results as the ones obtained in few sites with non-automatic approaches, but now for the whole extension of the coast in about 200 km. Additionally, was developed the IMA (Interannual Movement Analysis) indicator which shows the shoreline movement in the shortest period available, annually in the best cases.}
{pt=Detecção Remota, Landsat, Árctico, Detecção automática da Linha de Costa, en=Remote Sense, Landsat, Arctic, Automatic Shoreline Detection}

Julho 4, 2019, 9:0

Orientação

ORIENTADOR

Carla Andreia da Silva Mora

IGOT-Instituto de Geografia e Ordenamento do Território, Universidade de Lisboa

Especialista

ORIENTADOR

Pedro Miguel Berardo Duarte Pina

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar Convidado