Disciplina

Área

Área Científica de Mecânica Estrutural e Computacional > Mecânica dos Sólidos e Estrutural

Activa nos planos curriculares

LEGI 2006 > LEGI 2006 > 1º Ciclo > Ciências de Engenharia > Elementos de Engenharia Mecânica

Nível

As metodologias de ensino da disciplina assentam sobre os seguintes componentes principais: 1- Aulas teóricas com exposição dos conceitos de cada tópico da matéria, seguida da ilustração da sua aplicação a casos práticos elementares; 2- Aulas de resolução de problemas para aplicação dos conhecimentos adquiridos a casos práticos mais complexos; 3 – Aulas em Laboratório para consolidação de conhecimentos com a prática; 4- Avaliação de conhecimentos feita por testes e/ou exame escritos. Existem dois testes, cada um cobrindo metade do programa. Os exames são constituídos por duas componentes individualizáveis correspondentes às matérias de cada teste. Podem ser submetidas para classificação até duas provas, de entre as três possíveis, referentes a cada metade da matéria. O objectivo é dar alguma flexibilidade no modo de demonstração de conhecimentos. Qualquer das provas consistirá na resolução prática de problemas como modo de demostração do conhecimento dos conceitos teóricos envolvidos.

Tipo

Não Estruturante

Regime

Semestral

Carga Horária

1º Semestre

3.0 h/semana

1.0 h/semana

0.5 h/semana

105.0 h/semestre

Objectivos

Compreender os mecanismos de deformação de componentes estruturais sujeitos a esforços de tracção, flexão, e torção, actuando individual ou conjuntamente. Adquirir capacidade de dimensionar treliças, vigas e veios de transmissão. Formação básica em Mecânica dos Materiais com ênfase em Elasticidade Linear.

Programa

Conceito de tensão. Tensões normais, de corte e de esmagamento. Tensão num plano oblíquo. Factor de segurança. Deformação de elementos carregados axialmente. Lei de Hooke. Problemas estaticamente indeterminados. Tensões num veio de secção circular devidas à torção. Ângulo de torção no domínio elástico. Veios estaticamente indeterminados. Projecto de veios de transmissão. Tensões e deformações numa barra em flexão pura. Flexão desviada. Caso geral de carregamento axial excêntrico. Análise e dimensionamento de vigas sujeitas à flexão. Diagramas do esforço transverso e do momento flector. Determinação de tensões tangenciais em vigas. Aplicação da circunferência de Mohr à análise de estados de tensão. Tensões devidas a carregamentos combinados. Deformação de vigas por acção de cargas transversais. Equação da linha elástica. Aplicação do método de sobreposição a vigas estaticamente indeterminadas.

Metodologia de avaliação

As metodologias de ensino da disciplina assentam sobre os seguintes componentes principais: 1- Aulas teóricas com exposição dos conceitos de cada tópico da matéria, seguida da ilustração da sua aplicação a casos práticos elementares; 2- Aulas de resolução de problemas para aplicação dos conhecimentos adquiridos a casos práticos mais complexos; 3 – Aulas em Laboratório para consolidação de conhecimentos com a prática; 4- Avaliação de conhecimentos feita por testes e/ou exame escritos. Existem dois testes, cada um cobrindo metade do programa. Os exames são constituídos por duas componentes individualizáveis correspondentes às matérias de cada teste. Podem ser submetidas para classificação até duas provas, de entre as três possíveis, referentes a cada metade da matéria. O objectivo é dar alguma flexibilidade no modo de demonstração de conhecimentos. Qualquer das provas consistirá na resolução prática de problemas como modo de demostração do conhecimento dos conceitos teóricos envolvidos.

Bibliografia

Principal

Mechanics of Materials, 6th edition (Global Edition)

Beer, Johnston, DeWolf, Mazurek

----

2012, McGraw-Hill


Mechanics of Materials, 8th edition in SI Units

R. C. Hibbeler

----

2011, Prentice Hall / Pearson