Disciplina

Área

Área Científica de Termofluidos e Tecnologias de Conversão de Energia > Mecânica dos Fluídos

Activa nos planos curriculares

MEAer 2017 > MEAer 2017 > 2º Ciclo > Especializações > Aeronaves > Opções > Opções 8º Semestre > Aerodinâmica II

MEAer 2006 > MEAer 2006 > 2º Ciclo > Áreas de Especialização > Espaço > Tronco Comum de Espaço > Aerodinâmica II

Nível

O método de avaliação tem 4 provas: 1- Teste a meio do semestre, sobre o capítulo 1 do programa da disciplina. 2. Trabalho de índole computacional , Matlab, sobre um tema de aerodinâmica compressível. O trabalho em grupo de 2 ou 3 alunos. 3. Exame final 4. Oral para discutir o trabalho computacional . O professor pode dispensar o aluno de uma oral sobre toda a matéria. Nota final= 20% da nota do teste+20% da nota do trabalho+60%da nota do exame

Tipo

Não Estruturante

Regime

Semestral

Carga Horária

1º Semestre

3.0 h/semana

1.0 h/semana

0.5 h/semana

105.0 h/semestre

Objectivos

O objectivo desta disciplina é de ministrar os fundamentos da aerodinâmica compressível. Dotar os alunos de formação específica sobre os diferentes modelos de escoamento , (Navier-Stokes, Euler, Potencial e Potencial Linearizado)para análise dos regimes dos escoamentos da aerodinâmica compressível,(subsónico, transónico, supersónico e hipersónico) assim como a sua aplicação a perfis alares, asas e corpos de revolução. Programa

Programa

Capítulo I Ondas em escoamentos de Gás 1.1 Equações fundamentais de Escoamentos de Fluidos. 1.2 Ondas em escoamentos estacionários supersónicos de fluido ideal onda de choque normal e oblíqua. 1.3 Onda de Choque de expansão centrada num canto,(Prandtl-Meyer). 1.4 Introdução ao Método das características. 1.5 Escoamento Compressivel não-estacionário. Capítulo II. Modelo Potencial bidimensional linearizado para pequenas perturbações . 2.1 Modelo Potencial Linearizado. 2.2 Perfis Alares em Escoamento Transónico. 2.3 Perfis Alares em Escoamento Estacionário Supersónico 2.4 Introdução ao Escoamento Hipersónico. Capítulo III. Modelo Potencial Tridimensional linearizado para pequenas perturbações. 3.1 Asas em Escoamento Subsónico. 3.2 Asas em Escoamento Supersónico. 3.3 Corpos de Revolução em Escoamento Supersónico. Capítulo IV Camada Limite. 4.1 . Camada Limite Laminar 2D em Escoamento de Fluido Compressível. 4.2 Camada Limite 2D Turbulenta em Escoamento de Fluido Compressível. 4.3 Interacção Choque Camada Limite. 4.4 Tópicos de Camada Limite 3D. 4.5 Tópicos sobre Transição do Regime Laminar para o Turbulento.

Metodologia de avaliação

O método de avaliação tem 4 provas: 1- Teste a meio do semestre, sobre o capítulo 1 do programa da disciplina. 2. Trabalho de índole computacional , Matlab, sobre um tema de aerodinâmica compressível. O trabalho em grupo de 2 ou 3 alunos. 3. Exame final 4. Oral para discutir o trabalho computacional . O professor pode dispensar o aluno de uma oral sobre toda a matéria. Nota final= 20% da nota do teste+20% da nota do trabalho+60%da nota do exame

Bibliografia

Principal

Acetatos e sumários das AULAS TEÓRICAS DE AERODINÂMICA II

J.C.F.Pereira

2005

Secção de folhas do IST


Turbulence et couche limite, (Capítulo 8 e 11)

J. Cousteix

1989

Cepadues editions, Toulouse


Couche limite Laminaire (Capítulo 11)

J. Cousteix

1988

Cepadues - editions


Modern Compressible Flow with historical prespective

John D. Anderson

2003

McGraw-Hill


Computational Gasdynamics

Culbert B. Laney

1998

Cambridge Univ. Press


Secundária

Supersonic Flow and Shock Waves

R. Courant , K.O.Frieddrichs

1948

Springer-Verlag, New-York


Elements of Gas Dynamics

H. W. Liepmann and A. Roshko

1957

J. Weley & Sohns, New-York


Aerodynamics Aeronautics and Flight Mechanics

B.W. McCormick

1995

Wiley


Fluid Mechanics

L.D. Landau and E.M. Lifshitz

1971

editions de Mir


Aerodynamics for Engineers

John J. Bertin and Michael L. Smith

1998

John J. Bertin and Michael L. SmithPrentice Hall


Theoretical Aerodynamics

L. M. Milne Thomson

1958

Dover


Compressible Flow

Stefan Schreier

1982

Wiley


Ahnlichkeitsgesetze und Modellregeln der Stromungslehre

Jurgen Zierep

1991

G. Braun