Disciplina

Área

Área Científica de Controlo, Automação e Informática Industrial > Informática Industrial

Activa nos planos curriculares

MEMec 2006 > MEMec 2006 > 2º Ciclo > Áreas de Especialização > Sistemas > Controlo Integrado da Produção

Nível

Exame (50%) e trabalho (50%). Exame oral obrigatório para notas superiores a 17 valores e sempre que haja dúvidas.

Tipo

Não Estruturante

Regime

Semestral

Carga Horária

1º Semestre

3.0 h/semana

1.0 h/semana

0.5 h/semana

105.0 h/semestre

Objectivos

Esta disciplina pretende introduzir os conceitos fundamentais relacionados com os sistemas de produção, através de uma combinação teórica e laboratorial, aplicar osconceitos teóricos fornecidos a uma Célula Flexível de Produção laboratorial. Pretende‐se assim estudar métodos de modelação e análise de sistemas de produção, técnicas de simulação para este tipo de sistemas e metodologias de planeamento de tarefas (operações), bem como alocação de recursos e tarefas.

Programa

Introdução a modelos de manufactura e serviços. Definição de controlo integrado da produção. Modelos de sistemas de manufactura. Trabalhos, máquinas e recursos. Modelos de sistemas na área dos serviços. Actividades e recursos em serviços. Planeamento e escalonamento em sistemas de manufactura. Planeamento de projectos. Método do Caminho Crítico (CPM). Avaliação do programa e técnica de revisão(PERT). Escalonamento de máquinas e escalonamento job shop. Máquina única e máquinas paralelas. Programação matemática aplicada a job shop. Heurística shifting bottle‐neck para job shop. Escalonamento de sistemas de montagem flexíveis. Sequenciação de sistemas de montagem flow shop. Sequenciação de sistemas de montagem com estações de trabalho. Flexible flow shop. Escalonamento por lotes. Planeamento e escalonamento em cadeias de abastecimento. Planeamento e escalonamento na área dos serviços. Escalonamento por intervalos, reservas e escalonamento temporal. Escalonamento temporal em desportos e lazer. Planeamento, escalonamento e horários em transportes. Escalonamento de equipas de trabalho. Desenvolvimento e implementação de sistemas de produção utilizando uma linguagem de simulação. Arquitectura de sistemas. Software para gerar planeamentos e escalonamentos.

Metodologia de avaliação

Exame (50%) e trabalho (50%). Exame oral obrigatório para notas superiores a 17 valores e sempre que haja dúvidas.

Bibliografia

Principal

Scheduling Operations, Manufacturing and Services

Pinedo, M.

2004

Springer, 2004.


Notas de apoio à unidade curricular: Controlo Integrado da Produção

JMC Sousa

2007

IST


Secundária

Theory, Algorithms, and Systems

M. Pinedo, Scheduling

2008

Springer


Automation, Production Systems and Computer Integrated Manufacturing

M. P. Groover

2001

Prentice Hall