Disciplina

Área

Área Científica de Projecto Mecânico e Materiais Estruturais > Materiais Estruturais

Activa nos planos curriculares

MEM 2017 > MEM 2017 > 1º Ciclo > Materiais Compósitos

DEAEMat2006 > DEAEMat2006 > 3º Ciclo > Formação Base > Materiais Compósitos

MEMat 2006 > MEMat 2006 > 2º Ciclo > Tronco Comum > Materiais Compósitos

Nível

Aulas teóricas são essencialmente de exposição no quadro com recurso eventual a meios de projecção. Aulaspráticas de resolução de problemas onde a participação dos alunos é incentivada. Aulas de Laboratório onde osalunos realizam experiências: ensaios em fibras, matrizes e compósitos.Visitas de estudo a empresas que produzem compósitos. A metodologia de avaliação consite em avaliação da parte prática com trabalho de grupo (TG), das visitas com relatório das mesmas (V) e da parte teórica com exame final (E). Para ser aprovado na disciplina é obrigatório TG≥10 e E≥10. A classificação final é dada por: 0.3*TG + 0.6*E +0.1*V.

Tipo

Não Estruturante

Regime

Semestral

Carga Horária

1º Semestre

2.0 h/semana

1.5 h/semana

1.5 h/semana

98.0 h/semestre

Objectivos

O aluno deverá ser capaz de compreender a constituição dos diversos tipos de materiais compósitos (macro, micro e nanocompósitos) e estabelecer as relações com propriedades destes materiais, os seus processos de fabrico e as suas aplicações. O aluno deverá adquirir conhecimentos de reciclagem de compósitos.

Programa

Introdução. Definição de compósito. Fundamentos: mecanismos gerais de reforço de materiais. Materiais de reforço e de matriz. Tipos de compósitos. Compósitos de fibras e de partículas. Macrocompósitos (betão armado, cimentos). Nanocompósitos, compósitos têxteis, biocompósitos, compósitos naturais, compósitos com esqueleto. Interfaces em materiais compósitos. Revestimentos. Resistência mecânica dos materiais compósitos. Comportamento elástico dos compósitos de fibra longa. Comportamento mecânico dos compósitos de fibra curta. Comportamento elástico dos compósitos laminados. Tenacidade e fractura de materiais compósitos. Estatística de Weibull. Métodos de fabrico: Tecnologia dos pós; Pultrusão; Enrolamento filamentar; Resin transfer molding (RTM); Hand lay up; Préimpregnados; Painéis em forma de sandwich. Aplicações. Degradação, reparação e reciclagem de compósitos.

Metodologia de avaliação

Aulas teóricas são essencialmente de exposição no quadro com recurso eventual a meios de projecção. Aulaspráticas de resolução de problemas onde a participação dos alunos é incentivada. Aulas de Laboratório onde osalunos realizam experiências: ensaios em fibras, matrizes e compósitos.Visitas de estudo a empresas que produzem compósitos. A metodologia de avaliação consite em avaliação da parte prática com trabalho de grupo (TG), das visitas com relatório das mesmas (V) e da parte teórica com exame final (E). Para ser aprovado na disciplina é obrigatório TG≥10 e E≥10. A classificação final é dada por: 0.3*TG + 0.6*E +0.1*V.

Bibliografia

Principal

An introdution to composite materials

D. Hull and T.W. Clyne

1996

2nd ed, Cambridge University Press


Composite Materials: Design and Applications

D. Gay

2014

3rd Edition, CRC Press