Dissertação

{en_GB=Using Ontologies for Enterprise Architecture and COBIT 5 analysis} {} EVALUATED

{pt=O COBIT 5 recomenda a prática de Arquitectura Empresarial (AE) como suporte à criação e manutenção dos facilitadores de gestão e governação das Tecnologias de Informação (GTI). Estes influenciam o sucesso da utlização de TI na geração de valor de negócio para as partes interessadas. Em particular, a avaliação de capacidade de processos COBIT 5 é reconhecida como uma condição indiscutivelmente necessária para uma implementação de GTI bem sucedida. A prática de AE suporta uma GTI informada, fornecendo a análise necessária para tal actividade. A análise de modelos de AE permite a avaliação e optimização de elementos arquitecturais, podendo ser usada como suporte à avaliação de processos COBIT 5. Assim, deve ser capaz de responder a um conjunto de perguntas relacionadas com tal actividade. No entanto, as linguagens tipicas de modelação de AE, como por exemplo o Archimate, são construídas para satisfazer propósitos gerais. Desta forma, a linguagem Archimate por si só não é capaz de satisfazer as necessidades de análise que concernem a avaliação de processos COBIT 5. Assim, propomos uma abordagem baseada na aplicação de ontologias para a extensão do meta-modelo Archimate com os conceitos e propriedades necessários para suportar a avaliação de processos, bem como para a análise automática de modelos instanciados de acordo com a ontologia resultante. O artefacto de solução foi demonstrado através do caso de estudo Archisurance. A investigação foi guiada pelos principios e diretrizes da DSRM, e a eficácia e utilidade do artefacto de solução foram avaliadas de acordo com a metodologia., en=COBIT 5 recommends the Enterprise Architecture (EA) practice as a support to guide the creation and maintenance of its governance and management enablers. These enablers are a set of components that, individually or collectively, influence the success of governance and management over enterprise IT. In particular, process capability assessment is acknowledged as an arguably condition for a successful ITG implementation. The EA practice delivers the analysis and planning support that is indispensable for effective ITG, and in which models play a central role to fulfill such activities. EA model analysis supports the assessment, optimization and adaptation of organizational systems. Hence, EA model analysis can be used to support COBIT 5 process assessments. The analysis of an EA model to support COBIT 5 process assessment must be able to answer questions regarding such activity. However, typical EA modeling languages, such as Archimate, are built to address general EA concerns. Hence, the Archimate language by itself does not suffice to address COBIT 5 assessment analysis needs. In order to overcome this issue we propose an ontology-based approach to extend the Archimate’s meta-model with the COBIT 5 concepts and properties required to address the earlier referred analysis needs, and to automatically analyze models resulting from the instantiation of the resulting ontology. Such proposal was demonstrated by applying the solution artifact to the Archisurance case study. This research work was guided by DSR principles and guidelines, and according to which we have evaluated the proposed solution artifact’s efficacy and utility.}
{pt=COBIT 5 MRP, COBIT 5 MAP, Archimate, Ontologia, OWL, SPARQL, en=COBIT 5 PRM, COBIT 5 PAM, Archimate, Ontology, OWL, SPARQL}

Novembro 4, 2016, 14:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Miguel Leitão Bignolas Mira da Silva

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Professor Associado

ORIENTADOR

Artur Miguel Pereira Alves Caetano

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Professor Auxiliar