Dissertação

{en_GB=Reverse Algorithmic Design of Buildings} {} EVALUATED

{pt=Actualmente os arquitectos criam a maioria dos seus projectos usando ferramentas de modelação digital como CAD. Contudo, esta não é a melhor escolha visto que toda a geometria tem de ser criada manualmente, facilitando a introdução de erros no modelo. Ao longo dos anos, investigações foram realizadas com o intuito de automatizar a criação de modelos, bem como facilitar a sua reutilização e optimização. Isto levou à criação de PM, que permite a geração dos modelos desejados através da criação de uma descrição que os representa, o modelo procedimental. As aproximações mais usadas para modelos procedimentais são gramáticas e suas variações, contudo estas apresentam alguns problemas, nomeadamente difícil inteligibilidade, tornando-as difíceis de usar e perceber. Recentemente uma aproximação foi proposta para resolver este problema, AD, que ao invés de usar gramáticas usa algoritmos como modelo procedimental. O problema resume-se então a: como é que modelos criados manualmente numa ferramenta de CAD podem também beneficiar das vantagens de AD quando não existe um algoritmo? A resposta é IPM, que consiste em extrair um modelo procedimental a partir de um modelo já existente. Novamente, pesquisas conduzidas na área focaram-se principalmente em gramáticas. Esta dissertação ambiciona ir para além dessa extracção. Propomos RAD, uma metodologia específica de IPM onde usamos algoritmos como o modelo procedimental extraído dos modelos digitais existentes, permitindo aos utilizadores reutilizá-los e optimizá-los. Isto é alcançável através de rastreabilidade bidireccional entre os modelos e a descrição algorítmica, que pode depois ser refactorizada com técnicas apropriadas, para melhor inteligibilidade., en=Nowadays architects create almost all of their projects using digital modelling tools like Computer-Aided Design (CAD). However, this is not the best approach since every shape in the model is created manually. This makes it easier to introduce errors in the model. Over the years, research was done to automate the creation of models and ease their future reutilization and optimization. This led to the creation of Procedural Modelling (PM), which allows users to generate the desired models by creating descriptions that represent them, procedural models. The most used approaches for procedural models are grammars and their variations, however these present some problems, namely hard intelligibility, which makes them difficult to use and understand. A recent approach has been proposed to solve this problem: Algorithmic Design (AD), instead of grammars, uses algorithms as the procedural model. The problem thus becomes: how can existing models, manually created in a CAD tool, also take advantage of AD when no algorithm was created? The answer is Inverse Procedural Modelling (IPM), which consists in obtaining the procedural model from an already existing model. Once more, most research conducted in this area focused on grammars. In this dissertation, we propose Reverse Algorithmic Design (RAD), a specific methodology of IPM where algorithms are used as the procedural model extracted from existing models, allowing users to reuse and optimize those models. This is achievable by using bidirectional traceability between the model and the algorithmic description which can then be refactored with appropriate techniques, for improved intelligibility.}
{pt=Modelação Procedimental, Modelação Procedimental Inversa, Design Algorítmico, Rastreabilidade, Refactorização, Design Algorítmico Inverso, en=Procedural Modelling, Inverse Procedural Modelling, Algorithmic Design, Traceability, Refactoring, Reverse Algorithmic Design}

Dezembro 2, 2019, 14:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

António Paulo Teles de Menezes Correia Leitão

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Professor Auxiliar