Dissertação

{en_GB=Identity Managment with Blockchain } {} EVALUATED

{pt=No mundo digital em que hoje vivemos, cada vez é menos prático os cidadãos guardarem tantas informações pessoais sob a forma de um documento físico, seja ele cartão de cidadão, carta de condução, cartão de saúde, entre outros. Como diferentes informações pessoais provêm de fontes diferentes, não é viável que o controlo da digitalização destas informações seja por uma entidade centralizada. Com o aparecimento da tecnologia blockchain, pela primeira vez, é possível criar um eco-sistema descentralizado onde estas várias entidades podem, não só emitir os seus tradicionais cartões físicos, como também emiti-los numa forma digital e com a mesma credibilidade, criando assim, pela primeira vez a desmaterialização dos cartões que hoje servem como forma de identificação. No entanto, as atuais soluções que providenciam uma identidade digital baseiam-se em blockchains públicas. Visto que as empresas preferem minimizar os seus riscos e evitar o desconhecido, uma blockchain privada faz mais sentido para casos de uso mais importantes, sendo um deles a abertura de contas bancárias. Assim sendo, existe assim uma lacuna entre as necessidades impostas pelas empresas, neste caso as instituições bancárias, e os serviços existentes. Desta forma, esta tese propõe o PDID, um serviço que providencia uma identidade digital com base numa blockchain privada. É também feita uma demonstração na indústria bancária para exemplificar como este tipo de serviços pode facilitar e acelerar a abertura de uma conta bancária, facilitando o processo de KYC., en=In the digital world in which we live today, it is becoming less practical for citizens to keep as much personal information in the form of a physical document, be it citizen’s card, driver’s license, health card, among others. Because different personal information comes from different sources, it is not feasible to control the digitization of this information by a centralized entity. With the advent of blockchain technology, for the first time it is possible to create a decentralized eco-system where different entities can not only emit their traditional physical cards but also emit them in digital form and with the same credibility, thus creating, for the first time a dematerialization of the cards that today serve as a form of identification. However, the current solutions that provide a digital identity are based on public blockchains. Since companies prefer to minimize their risks and avoid the unknown, a private blockchain makes more sense for more important use cases, one of which is the opening of bank accounts. Thus, there is a gap between the needs imposed by the companies, in this case the banking institutions, and the existing services. This way, this thesis proposes PDID, a service that provides a digital identity based on a private blockchain. A demonstration is also done at a bank to exemplify how this type of service can facilitate and accelerate the opening of a bank account, facilitating the KYC process.}
{pt=Disrupcão Digital, Identidade Digital, Blockchain, Indústria Bancária, KYC, en=Digital Disruption, Digital identity, Banking Industry, KYC}

Julho 10, 2019, 9:0

Orientação

ORIENTADOR

Miguel Leitão Bignolas Mira da Silva

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Professor Associado

ORIENTADOR

Paulo Figueiredo

Administrador do banco BIG

Especialista